Início » Sessão Classic 4: Gran Turismo (1997)
Colunas Sessão Classic

Sessão Classic 4: Gran Turismo (1997)

Suponhamos que você esteja em uma discussão sobre jogos de corrida num grupo de amigos. Alguém te pergunta qual é o melhor. O quê você responde logo de cara? “Need For Speed“? Talvez. Mas algum amigo com certeza vai citar “Gran Turismo“. É, caro gamer, se não citassem esse game nessa suposta discussão, ela não seria uma discussão de respeito. As origens de “Gran Turismo” datam de 1992 quando Kazunori Yamauchi, criador do título, teve a ideia de criar um realístico simulador de direção para alavancar a indústria de jogos de corrida, que há muito tempo fora arrasada já que nenhum outro game dava destaque à essa área além de “Top Gear“. Mas quando a Polyphony Digital entrou na jogada, em 1997, “Gran Turismo” tornou-se realidade. E como todo mundo já sabe, a Sony Computer Entertainment só disponibilizou esse game e suas continuações para as plataformas Playstation, assim como “God of War” e “Uncharted“.

A capa original de “Gran Turismo”. Eita nostalgia bateu agora!

Pode-se dizer que muitas pessoas praticamente aprenderam a dirigir com “Gran Turismo”. Muitos gamers faziam reclamações como “o velho Corvete é muito instável, bate fácil na curva!” ou “o Prelude é fácil de pilotar mas é lento!”, mas mal sabiam que tais desempenhos dos carros eram totalmente reais. Durante a produção do jogo todos os carros foram testados fisicamente para que a pilotagem virtual fosse o mais próximo o possível da pilotagem real. E o resultado foi o melhor jogo de simulação de corrida da história do Playstation. Jogabilidade e diversão eram garantidas durante as intermináveis horas de jogatina que a maioria dos marmanjos de hoje em dia, na época moleques, passavam naqueles saudosos tempos.

Sinceramente, quem não tem saudades desse tipo dessa tela?

O objetivo do jogo era bem interessante: primeiramente o jogador tinha que passar por testes para conseguir uma carteira de habilitação (eu sei, a maioria só conseguia a carteira B) para poder participar dos campeonatos, e com as vitórias usar o dinheiro para comprar carros mais potentes. Era absurdamente difícil tirar a carteira A, o que era interessante pois o jogador teria que ter bastante experiência de jogo nas carteiras inferiores para conseguir uma superior pois só lá estão os carros mais visados.

O mapa da cidade se tornava disponível após o jogador conseguir uma habilitação

As grandes empresas também conseguiram ganhar muito com “Gran Turismo”. Por exemplo, a Nissan conseguiu vender milhares de exemplares do modelo Skyline após o lançamento do jogo. A Chevrolet conseguiu tornar os antigos exemplares do Camaro e do Corvette muito mais famosos e procurados do que já eram.

“Gran Turismo” sempre será um clássico para os amantes de corrida. E pra quem ainda tem um PsOne: Let’s Race?

Sobre o Autor

Felipe Felizardo

Jogador de gueimes, conhecedor de survival horror, pai da Cecília, Power Ranger nas horas vagas e muito rico. De saúde.

Adicionem na Xbox Live —> FelipeZardo

Comentários

Loading Facebook Comments ...

1 Comentário

Clique aqui para comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Media Kit GameFM
Debug Mode - Podcast
GameFM Play
Mesa do Fliper






Pular para a barra de ferramentas