Início » Porquê ser gamer no Brasil custa tão caro?
Colunas Destaque Objection!

Porquê ser gamer no Brasil custa tão caro?


Impostos. Simplesmente impostos. O que deixa nossa vida mais complicada com relação a adquirir consoles, games, peças e afins de qualquer geração são os impostos, que todos sabem que são exorbitantes. Mas pra quê tantos acréscimos no preço dos videogames? Qual o motivo disso tudo?

Vamos às explicações. Se comprarmos um videogame de R$ 100 no exterior e importarmos para cá, o produto vai ter um acréscimo de R$ 164 no seu preço final, ou seja, um produto que custa R$ 100 vai acabar custando incríveis R$ 264! Roubo é muito pouco para qualificar uma coisa dessas. E qual o motivo desse absurdo? O governo diz que os impostos são inseridos nos consoles e jogos porque o país tem que manter a concorrência com os estrangeiros nesse quesito.


Concorrência? Ora, por favor! Se formos levar em conta valores, vale muito mais comprar um videogame no exterior porque é bem mais barato. Vejamos: um PS3 nos EUA está custando US$ 249. Convertendo esse valor para a moeda brasileira, o console custa em valor bruto cerca de R$ 520. O PS3 mais barato que pude encontrar, online, custa R$749. Ou seja, são R$ 249 de acréscimos injustamente inseridos! Como o Brasil quer concorrer desta forma?


Simplesmente não há coerência neste motivo apresentado pelo governo. Como se pode concorrer com lugares em que os consoles estão muito mais em conta? É bem provável que, logo, enquanto jogamos PSOne, o pessoal no Japão já jogue o PlayStation Orbis.

E então vem a seguinte questão: o pessoal lá de Brasília, que enfia tanto imposto sobre os produtos, compra Xbox 360 ou PlayStation 3 pros netinhos aqui no Brasil?

Sobre o Autor

Felipe Felizardo

Jogador de gueimes, conhecedor de survival horror, pai da Cecília, Power Ranger nas horas vagas e muito rico. De saúde.

Adicionem na Xbox Live ---> FelipeZardo

Comentários

Loading Facebook Comments ...

19 Comentários

Clique aqui para comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Bom, o governo brasileiro tem interesse em instalações de fabricantes aqui no Brasil. Aumentando o preço vende menos e as empresas se interessam em vir para o Brasil para vender mais aqui. E deu certo. O Xbox-360 já está sendo produzido aqui, o que diminuiu muito o valor do produto aumentando assim suas vendas. Então, na verdade, o governo quer fazer o país crescer…

  • Esse país é ridículo, não a argumento algum que sustente esses aumentos de preços abusivos, daqui a pouco aparece algum patriota dizendo o governo faz isso para as fábricas virem para o Brazil e se instalem aqui e assim vai sai mais em conta os preços dos produtos, uma merda, o governo só faz isso para enfiar mais impostos nessas merdas de produtos sendo assim arrecadam ainda mais sendo um produto fabricado no país e os preços ainda continuam abusivos, pois as empresas são forçadas a repassar os impostos para o consumidor. Não a e não haverá argumento algum se não o de robalheira, pois um país que vive fazendo projeção de aumento do PIB e nunca consegue chegar nem a metade, temos a maior taxa de cartão de crédito do mundo, os nossos juros são um dos maiores (por mais que foram feitas essas medidas) o problema desse país não é somente os que ocupam cargos públicos no alto escalação mas sim o sistema como um todo. E no final quem paga por tudo isso infelizmente somos nós.

  • Então você não quer que o nosso país cresça? Quer que continue os domínio dos países desenvolvido perante nós? se é isso q vc quer, então tá!

    • Protecionismo sempre ferra o brasil. A gente paga caro por coisa boa, e vem um punhado de burocratas defender alguma empresa a troco de suborno.

      Não existe honestidade no protecionismo, toda empresa beneficiada VAI fazer produtos ruins e quem paga é o consumidor.

      Quer que o brasil cresça? Abaixe os impostos. Quem gosta de imposto alto são os ladrões de gravata lá do senado.

    • fora que dar 200 reais no lançamento e tenso,praticamente vai uma metade do salário minimo em um simples jogo,e ainda chama isso de (nosso país cresça),como é que vamos crescer se esses impostos nos atrapalha.

  • nossa mudou muita coisa no preço xbox, e dos jogos que também estão semdo prenssados aqui no Brasil. cara larga a mão de ser patriota, a muito tempo que eu desisti desse pais. E você fala em crescer na verdade ele ja é grande e bem rico mais para poucos, é como na frase “O Brasil é um pais rico de povo pobre”.

  • Eu Importo meus jogos la the Estarland, A Galera fica comprando no brasil pffff, Eum um mes eu compro 7 jogos porque eu importo o resident evil 6 lançamento quase agora, la ta por 40 dolares galera eu comprei o meu ja, chegou e eu ja zerei, importem ficadica.

  • a ideia é concorrer com o "mercado nacional", a coisa é q nós não temos mercado nacional. Essa posição protecionista do governo é ridícula, não há como desenvolver comércio se ele não faz o menor dos esforços (diminuir o custo dos impostos de importação).

  • Acho que o Brasil tem que parar de colocar tantos imposto,tanto nos consoles como jogo.
    O Brasil é um país que mais compra videogame na minha opinião,por isso tinha que tomar
    vergonha na cara e ter mais respeito com os games.Todos que ter um videogame e por isso tinha
    que mais barato.

  • Acho um absurdo também é o preço do playstation vita que custa 1.400 reais.Mais o pior de todos são os jogos dele,que são uma espécie de cartão muito pequeno e que chega custar mais de 200 reais.Espero que o Brasil pense melhor nisso e colocar menos imposto nos jogos e nos videogames.

Media Kit GameFM
Debug Mode - Podcast
GameFM Play
Mesa do Fliper






Pular para a barra de ferramentas