Início » Debug Mode #24: Dreamcast 2 – Podcast
Debug Mode Destaque Podcasts

Debug Mode #24: Dreamcast 2 – Podcast

Novo episódio do Debug Mode, o Podcast da GameFM!

Dessa vez falamos sobre os rumores do possível Dreamcast 2. Ele pode ser real? Ele seria viável atualmente? A SEGA tem condições de lançar um novo console no mercado atualmente? Confira!

Não deixe de dar sua opinião e participar nos comentários abaixo! Toda terça-feira sai um novo podcast!

E inscreva-se no canal da GameFM no YouTube para receber todas as novidades assim que elas estiverem disponíveis!

Agora temos um feed apenas para o Podcast! É só se inscrever que você receberá os novos episódios assim que eles estiverem disponíveis. http://www.gamefm.com.br/feed/debug-mode-podcast/

Estamos também no iTunes! Só procurar por Debug Mode pelo aplicativo de Podcasts que você poderá ouvir e baixar os episódios assim que eles saírem.

Para ouvir o Podcast clique no “vídeo” abaixou ou no player abaixo do YouTube. Você também pode baixar o MP3 do Podcast clicando em download.

Sobre o Autor

Foto de perfil de Alan Motta Cardoso

Alan Motta Cardoso

Tem Mestrado em Biologia Marinha mas atualmente trabalha com games. Pode isso, Arnaldo?

Comentários

Loading Facebook Comments ...

8 Comentários

Clique aqui para comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • OPAAAAA, como é bom esse assunto. Eu compartilho a visão de vocês sobre a impossibilidade da SEGA de criar um Dreamcast novo e gostaria de acrescentar um pouco sobre isso, já que meu lado seguista tá pulsando aqui no momento. Deixa eu dividir em alguns tópicos:

    1° – O problema financeiro da SEGA não começou no Dreamcast, por mais que tenha sido alí aonde ela parou definitivamente de fazer hardwares. Desde as maluquices de querer criar um MegaZord em casa com o 32X e o SegaCD a SEGA começou a perder dinheiro com isso, ainda mais com a falta de noção da mesma em lançar o Sega Saturn pouco depois por um preço muito caro, tirando o propósito desses add-ons que receberam pouquíssimos jogos. O Sega Saturn ainda firmou o começo de problemas com Third-Parties, como é o caso da EA que decidiu não trabalhar mais com a SEGA depois de prejuízos que ela tomou por culpa do Saturn. Isso pode ser visto no Dreamcast, que teve de criar sua própria série de Esportes (A 2k games) e ainda deixou de receber propostas de empresas como a Konami e Squaresoft, que eram muito mais importantes na época. O marketing agressivo do Dreamcast no começo rendeu frutos, mas não o suficiente pra eles administrarem, em contrapartida, com as perdas que eles já herdavam (não sei nem como a SEGA liberou o Shenmue, que custou 70 milhões na época). A empresa ficou mal das pernas com o lançamento do PS2, que no começo deixou o pessoal meio desconfiado, mas logo foi ganhando o público de novo. Pra fechar com chave de cocô, o presidente da Sega of Japan faleceu pouco tempo depois. Pra não dar merda total, eles viram como “solução” desistir do mercado de hardware e apostar na jogada de multiplataformas para manter a empresa viva. Em 2001, 2 anos depois do lançamento do Dreamcast nos Estados Unidos, A SEGA já estava preparando, além do lançamento do Sonic Adventure 2 no Dreamcast, uma versão pro Game Cube. Daí pra frente é a história que a gente vive.

    2° – A SEGA até inova, mas ela faz as coisas meio de qualquer jeito pra lançar primeiro, aí as outras empresas pegam a ideia dela e aprimoram, lançando algo muito melhor, como vocês mesmos disseram. Acho que o melhor exemplo é o Dreamcast que foi um dos videogames com as ideias mais concretas da empresa, principalmente se formos pensar nas funções onlines que eram bastante impressionantes pra época (PSO como primeiro MMORPG online de Video game, poder baixar e fazer upload de saves, usar um browser pelo videogame, etc.). Sobre o fio saindo debaixo do controle…prefiro deixar pra lá.

    3° – Sobre o assunto do podcast mesmo, falo de novo: A visão de vocês tá certíssima. Não tem por que a SEGA voltar pra um ramo de mercado que tá absurdamente caro e competitivo, ainda mais se levarmos em conta que ela precisaria, além de assaltar muitos bancos no Japão pra poder ter o dinheiro necessário, o apoio e a confiança de empresas que já estão muito bem lançando jogos pra Sony, Microsoft e Nintendo. Além do mais, a SEGA está com uma visão de mercado muito mais na defensiva nesses últimos anos, fazendo port de tudo o que ela acha conveniente pros consoles e celulares. Até mesmo o Yakuza 5 não vai receber tradução por falta de interesse e medo de poucas vendas no ocidente, o que é uma pena. Na minha opinião, acho que esse SEGA Spectrum deve ser uma nova placa de arcade. A notícia só foi dada pela empresa no Japão e lá esse tipo de mercado ainda vale alguma coisa. Muito provavelmente os novos Virtua Fighter e Virtua Tennis sairiam dessa nova placa para os consoles novos e tals. No máximo do improvável eu chutaria um portátil, mas….acho que não.

    4° – Tem Crazy Taxi pra iOS sim. E o Hydrophobia é uma merda, PQP.

    5° – Shenmue 3, eu ainda acredito.

    …Mais um comentário gigante, prometo que fico uns 2 podcasts sem enviar nada pra compensar. Desculpem pela leitura imensa e pela encheção de saco e fico esperando pelo próximo podcast, ainda mais se for sobre a Squaresoft.

    • Também acho extremamente improvável um novo console da Sega. Pelo menos nos próximos anos. Talvez a situação financeira dela e de outras empresas mude, mas não tenho muita fé nisto.

  • Mais um belo podcast!! Já que eu acho o Dreamcast ótimo eu não tenho opinião crítica nesse assunto mas se ele realmente fosse ser lançado, competindo com o PS4 e o novo x-box(que eu ainda não sei o nome) não acho que a geração de agora aceitaria muito bem.

  • bem eu acho que se dreamcast fosse lançado nesse momento que e nova ''era'' dos consoles, ele teria que vir e claro com muitas inovações em hardware e software como foi dito no podcast, mas tambem como dito no outros podcast como no hardcore vs casual e da facilidade e enfraquecimeto dos games(pussificação) talvez se por milagre a sega lançar o dreamcast novo ele podia ser um console bom mas com jogos fracos ou um console que não consiga atingir o nivel dos novos em hardware e software(PS4-xbox) mas com jogos realmente hardcore como sempre foi o dreamcast des da minha infancia.Bem esse foi minha opinião sobre o assunto do podcast 24

  • Parabéns pelo podcast, muito bom. Com questão de inovação a Sega sempre saiu na frente, mas os seus acessórios e ideias não eram bem "Feitos". Fazendo com que outras empresas copiassem e aprimorassem. Veja os gatilhos e o cartão de memoria que tinha um tela LCD na tela, uma coisa impressionante na época. Na questão das placas de áudio dos videogames da Sega, lembrando que a empresa que desenvolveu as placas de áudio na época é a Yamaha que desenvolve excelentes sintetizadores de áudio." Fazendo uma pequena nota aqui, a Yamaha também desenvolveu uma linha de sintetizador de voz chamado "Vocaloid". No fim vou colocar um link para quem quiser saber um pouco mais". Continuando as placas de áudio faziam pequenos milagres na época por ter sido desenvolvida junto com a Sega. Com isso os jogos totalmente desenvolvidos pela Sega tivessem um excelente qualidade sonora. No mais o Som do Podcast ta legal. E alguém ae sabe de um leitor de podcast legal pra Android?

    Link sobre Vocaloid
    https://pt.wikipedia.org/wiki/Vocaloid

    Imagem do box do Vocaloid "Hatsune Miku"
    http://vocaloid-user.net/wp-content/uploads/2011/10/CFM_HatsuneMiku_Box.jpg

  • Os gatilhos do controle do Dreamcast foram uma ideia inovadora e deliciosa mesmo.
    Um jogo maravilhoso que eu lembro do Dreamcast era "Power Stone". Lançado no mesmo ano de Super Smash Bros e do mesmo estilo. E era muuuito foda. Outra série mal aproveitada…
    O lançamento de um Dreamcast 2 atualmente é viagem total. Mesmo que houvesse um acordo doido com a Sega, Nintendo, NASA, FBI, que seja!! Não seria pra lançar um "Dreamcast 2", e sim outra coisa.
    Quanto à ideia de produtos exclusivos e caros como uma estratégia de venda, lembrem-se q a Ferrari foi comprada pela FIAT…

  • acho mt hard de sair um dreamcast 2, ja q até a nintendo, q está a varios anos produzindos video games, antes mesmo da sony e microsoft, ja ta pedindo toalha na disputas dos video games !

  • Sou um fã de dreamcast tenho o meu a mais de 5 anos e funciona perfeitamente, com 4 jogos 2 vmus mais de 60 jogos.. e tipo nunca me canso, se saisse mesmo um dream2 eu sinceramente faria di tudo pra comprar quando fosse lançado =)…Dreamcast virou uma lenda, e seria uma boa a sega depois de fazer o dream1 virar uma lenda, e os fãs acharem q acabou qnd do nada lançam o 2 seria um jogo de market bem foda

Último Vídeo – GameFM – YouTube

Media Kit GameFM
Debug Mode - Podcast
GameFM Play
Mesa do Fliper






Pular para a barra de ferramentas