Início » Finalmente! Fraudadores do KickStarter terão punições legais.
Destaque Notícias

Finalmente! Fraudadores do KickStarter terão punições legais.

 

 

Todos nós sabemos que onde tem dinheiro, tem gente querendo se dar bem sem fazer nada em troca, e que com certeza no KickStarter não seria diferente.

Hoje em dia existem muitos projetos que ultrapassaram suas metas (às vezes mais de uma vez) e que no final as pessoas que contribuíram para o mesmo, tiveram em troca um produto medíocre e incompleto, isso quando recebem alguma coisa.

Porém agora, a Federal Trade Commission (Comissão federal de comercio, FTC) iniciou pela primeira vez um caso contra um projeto do Kickstarter.

Erik Chevalier, idealizador do projeto “The Doom That Came to Atlantic City” que consiste em um boardgame que passou quatro vezes a sua meta e de acordo com a FTC ele usou esse dinheiro para despesas pessoais.

De acordo com uma queixa apresentada na corte federal de Oregon, Erik Chevalier e sua empresa The Forking Path Co. iniciaram uma campanha para levantar dinheiro para o jogo e ele disse que os consumidores iriam receber uma copia do jogo e algumas estatuetas (dependendo do valor contribuído) se a campanha chegasse à meta de US $35,000. A campanha chegou a  mais de US $122,000 de 1.246 contribuintes.

Porém, mesmo com o sucesso da campanha, em julho de 2013, pouco mais de um ano após o inicio do projeto ele foi cancelado.

Anteriormente ele já havia reconhecido problemas com patentes, produção internacional, mas ele confirmou que o jogo ficaria pronto.

“Todos os erros possíveis foram feitos, alguns devido a minha inexperiência com a publicação de boardgames, outros devido a conflitos de ego, problemas legais e complicações técnicas”.

Ele disse: “Eu nunca pensei em enganar ou realizar uma fraude, mas eu entrei em uma situação que estava além das minhas habilidades, e por isso eu estou profundamente arrependido”.

Alguns contribuidores ficaram nervosos, reforços legais foram chamados, Erik tentou acalmar os nervos prometendo a devolução do dinheiro. Mas isso não impediu a FTC de investigar o caso e o perseguiu por falsa propaganda.

“Chevalier não admitiu ou negou as alegações, ele consentiu uma injunção permanente que o impede de fazer declarações falsas sobre qualquer campanha de crowdfunding. Ele também concordou em pagar US $111.793,71, mas devido a sua incapacidade de pagar, a FTC concordou em suspender a pena, a menos que ele seja desonesto sobre sua situação financeira.”

“Muitos consumidores gostam da oportunidade de participar do desenvolvimento de um produto ou serviço pelo crowdfunding, e eles geralmente sabem que existe a incerteza ao começar algo novo” disse Jessica Rich, diretora do escritório de defesa do consumidor da FTC, em um comunicado. “Mas os consumidores devem poder confiar que seu dinheiro vai ser gasto com o projeto que eles contribuíram”

Em um tópico de perguntas e respostas no Tweeter a FTC disse que o caso é um “fato específico” e deixou um link para uma pagina sobre como evitar fraudes em crownfunding. Curiosamente, a FTC desviou uma pergunta sobre se a plataforma de crowdfunding pode ser responsabilizada por falhar em fazer valer os termos de serviço.

Quanto ao The Doom That Came to Atlantic City, a queixa da FTC revela, “Eventualmente, depois de inúmeras queixas dos apoiadores e dos criadores das artes do game, outro desenvolvedor de jogos entrou e publicou o mesmo, dando a todos os contribuintes uma copia do jogo, mas apenas o jogo, sem os outros itens como as estatuetas de estanho que foram prometidas.”.

Sobre o Autor

Foto de perfil de Leandro Pereiro

Leandro Pereiro

Um apaixonado por coisas antigas(incluindo video games) que começou um curso de programação de jogos e parou na metade...

Comentários

Loading Facebook Comments ...

1 Comentário

Clique aqui para comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Último Vídeo – GameFM – YouTube

Media Kit GameFM
Debug Mode - Podcast
GameFM Play
Mesa do Fliper






Pular para a barra de ferramentas