Início » Attack on Titan (PS4, PS3, Xbox One, Xbox 360, PS Vita e PC) – Review – ReVinha
Destaque Reviews ReVinha

Attack on Titan (PS4, PS3, Xbox One, Xbox 360, PS Vita e PC) – Review – ReVinha

Attack on Titan revisita a série de TV com boa qualidade

Você está cercado de titãs, seres gigantescos, capazes de devorar um humano com apenas uma mordida. Pior ainda: eles querem fazer justamente isso. Você tem apenas uma lâmina para se defender e um equipamento que te permite andar a velocidade média e saltar pelo ar, mas não é o suficiente. Qual é a sua primeira reação?

Essa é uma cena comum de Attack on Titan, popular anime que foi lançado no Japão já há alguns anos e fez enorme sucesso não só lá, mas também no mundo todo. Agora os fãs podem contar ainda com um game de mesmo nome, que saiu no PS4, PS4, Xbox One, Xbox 360 e PC, recontando a história do anime e um pouco mais.

É isso mesmo, Attack on Titan é uma adaptação bem fiel do desenho animado original para os videogames. Nele o personagem principal ainda é Eren Jaeger, mas podemos controlar ainda outras figuras do desenho animado, como Mikasa Akerman e Armin Arlet. Ao longo da aventura, mais são desbloqueados.

Attack on Titan é aquele tipo de jogo simples e eficaz. No menu principal, vemos apenas o modo para um jogador e o modo de missões, que também pode ser jogado em caráter multiplayer. Logo somos transportados para a história, que começa com o Titã colossal derrubando a muralha e propagando o caos na humanidade.

Neste cenário temos os titãs, que são misteriosas criaturas que consomem humanos. Para se proteger, a humanidade murou suas cidades, de forma que eles não as ultrapassem. Contudo, com o rombo criado pelo titã colossal, isso muda de figura e a segurança de todos está comprometida. Assim, nosso “herói” Eren perde a mãe e fica com um desejo de vingança, alistando-se no exército para combater titãs.

Anos depois, temos Eren é um promissor soldado das forças da humanidade, ao lado de seus amigos. É ele que controlamos no início e que precisamos evoluir para lidar com as ameaças – que por sua vez são os titãs e apenas eles. Não há outro tipo de inimigo ao longo do game inteiro, mas isso não é ruim.

A jogabilidade lembra um pouco o estilo “Musou” de jogo, ou seja, similar a Dynasty Warriors, com hordas de inimigos avançando em sua direção. Os controles tinham tudo para dar errado, mas acabaram dando muito certo, na verdade. Os analógicos guiam o personagem e a câmera, enquanto os outros botões ficam responsáveis por ativar os equipamentos.

Entre estes equipamentos temos o guia de manobras 3D, capaz de erguer os soldados a grandes alturas, que por sua vez usam isso em seu favor, para matar os titãs. As afiadas lâminas das tropas servem para atingir os monstros, que só podem ser mortos com um golpe certeiro em sua nuca – mas podem ser enfraquecidos por golpes diversos, em qualquer parte do corpo.

Attack on Titan conseguiu capturar nessa jogabilidade todo o clima do desenho animado, ficando também bem divertido. Os gráficos não são excepcionais, principalmente por ter saído ainda na antiga geração, mas isso não chega a prejudicar o game, que conta ainda com dublagem em japonês original, além dos textos em inglês.

Vale avisar ainda que o jogo tem um conteúdo extra considerável, seja por meio de seus destrancáveis ou as missões, que apresentam inimigos e personagens que ainda não apareceram no anime, e são exclusivos do mangá original.

Conclusão

Como uma boa adaptação, Attack on Titan tem excelentes controles e faz com que o jogador se sinta realmente no comando das tropas para lidar com os titãs. Há conteúdo extra considerável e o jogador vai gostar de derrubar titãs ao longo das missões. É verdade que os gráficos podiam ser melhores, mas não é nada que vá prejudicar a experiência geral.

nota85

Sobre o Autor

Foto de perfil de Felipe Vinha

Felipe Vinha

Jornalista por opção e por formação. Tenta não se viciar muito nos joguinhos eletrônicos, mas não tem jeito, eles são infalíveis na hora de arrancar dinheiro do nosso bolso.

Comentários

Loading Facebook Comments ...

Adicionar comentário

Clique aqui para comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Último Vídeo – GameFM – YouTube

Media Kit GameFM
Debug Mode - Podcast
GameFM Play
Mesa do Fliper






Pular para a barra de ferramentas