Início » Eagle Flight (PS4 – PlayStation VR e PC) – Review – ReVinha
Destaque Reviews ReVinha

Eagle Flight (PS4 – PlayStation VR e PC) – Review – ReVinha

 

Eagle Flight é o melhor jogo do PS VR até agora

Jogar com realidade virtual, com o PS VR, pode ser muitas coisas: perturbador, atrapalhado, cansativo, entre outros problemas. Mas o que pensar de um jogo que consegue ser, em quase que tudo, agradável? Este é o caso de Eagle Flight, da Ubisoft, que talvez seja o melhor título disponível para o acessório do PS4 no momento, ainda que também tenha versão para os visores do PC.

Em Eagle Flight controlamos uma águia, como o nome denuncia, que deve voar e sobreviver em uma Paris devastada, sem humanos, apenas com animais e com a vegetação dominante. O jogo não chega a ser minimalista, mas é incrivelmente simples e viciante, graças a controles bem fáceis de se dominar e tranquilos de jogar.

Com o PS VR na cabeça, o jogador guia a águia com movimentos leves, capturados pelo movimento do VR a partir da PlayStation Camera. Para acelerar, usa-se o controle padrão DualShock 4, mas quase tudo é feito apenas com a cabeça do jogador, sem qualquer impedimento.

Uma pequena virada para o lado faz com que a águia voe para onde virou. Uma inclinada para um dos cantos faz com que ela faça curvas. As instruções para isso aparecem logo nos primeiros minutos de aventura, mas sem interromper o voo do jogador.

“Mas, Vinha, nesse jogo tudo que você faz é voar?”. Não exatamente. Sim, tudo que fazemos é controlar a águia, mas há um modo de história bem interessante, que conta a vida da criatura desde o nascimento, passando pelo primeiro voo, desenvolvimento, combates, descobertas. Não dura muito, é verdade, mas agrada bastante, principalmente por estar presente em um game que nem daria abertura para isso.

Há ainda modo multiplayer, sim, online, e desafios específicos para quem quer tentar cumpri-los. Para completar, o multiplayer, pouco tempo após o lançamento, foi unido à versão PC, o que ajuda a encontrar jogadores para partidas. Eagle Flight é tão simpático e tão “completinho” em tudo que oferece que fica até difícil achar uma crítica negativa.

Os gráficos não são exatamente realistas, mas seguem um estilo “cartoon”, com águias que lembram desenhos animados. Ainda assim, é agradável de se ver e bonito por não irritar a vista do jogador – ainda que, na frente de nossa visão, tenhamos sempre o “topete” e o bico da águia, atrapalhando um pouco a atenção.

Conclusão

Eagle Flight é, por ora, o melhor game que o PS VR possui em seu acervo. O mais interessante é que ele é barato em comparação a outros, cerca de US$ 30 na loja online do console, e oferece um pacote até bem completo da experiência de voar livremente apenas movimentando a cabeça. A simulação com o VR funciona bem, apesar de alguns impedimentos “naturais” que ficam na visão do jogador, que é a visão da águia em si.

nota9

Sobre o Autor

Felipe Vinha

Jornalista por opção e por formação. Tenta não se viciar muito nos joguinhos eletrônicos, mas não tem jeito, eles são infalíveis na hora de arrancar dinheiro do nosso bolso.

Comentários

Loading Facebook Comments ...

Adicionar comentário

Clique aqui para comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Media Kit GameFM
Debug Mode - Podcast
GameFM Play
Mesa do Fliper






Pular para a barra de ferramentas