Início » Digimon Story Cyber Sleuth Hacker’s Memory (PS4, PSVita) – Review – ReVinha
Destaque Reviews ReVinha

Digimon Story Cyber Sleuth Hacker’s Memory (PS4, PSVita) – Review – ReVinha

Digimon Story Cyber Sleuth Hacker’s Memory é mais que apenas um título grande
Digimon Story Cyber Sleuth Hacker’s Memory é o novo jogo da série Digimon para PS4 e PS Vita e isso talvez não mude tanto a sua vida. Ao menos se você não for fã da saga original, ou se só tiver visto o primeiro desenho, na Rede Globo, quando ainda era criança. Seguindo de perto os outros títulos lançados recentemente, este aqui se esforça pouco, apenas para agradar os “hardcores”.
Em poucas palavras, Digimon Story Cyber Sleuth Hacker’s Memory é um jogo “chato”. Mas não para mim, nem para você que sabe de cor todas as evoluções do Agumon e se lembra bem de detalhes de todas as temporadas da série – ou que está assistindo ao sofrível Digimon Tri, que ainda está sendo lançado via streaming. É um game feito para uma única parcela de público, e talvez isto seja um erro.

Atualmente, onde tantas séries tentam se renovar e angariar fãs de fora, é curioso ver como Digimon não faz o mesmo, principalmente sendo o “grande concorrente” de Pokémon no mercado, por mais que estas duas marcas tenham se distanciado bastante conforme o tempo. Em Digimon Story Cyber Sleuth Hacker’s Memory vemos uma preocupação mínima em situar quem está chegando agora. Ou melhor, quase nula.
O jogo começa mais ou menos no mesmo ponto do anterior. Surpresa: ele não é uma continuação do primeiro Cyber Sleuth, mas sim uma história que ocorre em paralelo. Neste cenário conhecemos um novo protagonista, que novamente pode ser homem ou mulher, e que agora faz parte de um grupo de hackers.
Usando um tema do momento, a história de Digimon Story Cyber Sleuth Hacker’s Memory se destaca. Hackers estão na moda e este foi um grande acerto. Ainda assim, ela é contada com todo o clima japonês, o que deve distanciar quem não curte animes e mídias deste tipo do jogo da Bandai Namco.
Por outro lado, temos as sempre divertidas batalhas, que estão presentes também em Digimon Story Cyber Sleuth Hacker’s Memory. Aqui a série mostra quais são suas proximidades com Pokémon nos dias de hoje, já que os combates são muito próximos – ainda que ocorram em grupos. Há até mesmo esquema de fraquezas e a possibilidade de combinar ataques. Ok, isso não existe em Pokémon. Está mais para Chrono Trigger.
No fim da somatória, Digimon Story Cyber Sleuth Hacker’s Memory sai com saldo positivo, mas não muito. Para os fãs, ele continua o que já era bom no Cyber Sleuth anterior, mas não se preocupa em situar quem está chegando agora. Os gráficos estão em nível regular e não há novidades o suficiente para atrair quem quer entrar no mundo dos Digimons. Uma pena.
Conclusão
Digimon Story Cyber Sleuth Hacker’s Memory faz o dever de casa direitinho para os fãs da saga. Tem várias referências, criaturas conhecidas e sistemas já clássicos da série. Não há, porém, um senso de novidade e nem mesmo atrativos para trazer um novo público. E sem este novo público, a saga pode ter um fim mais cedo que esperamos.

Sobre o Autor

Rodrigo de Souza

Game Designer, Professor e Pai (Não nessa ordem).
Gamer também, quando dá tempo.

Comentários

Loading Facebook Comments ...

Adicionar comentário

Clique aqui para comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Media Kit GameFM
Debug Mode - Podcast
GameFM Play
Mesa do Fliper






Pular para a barra de ferramentas