Reviews ReVinha

The Elder Scrolls V: Skyrim (Switch) – Review – ReVinha

Skyrim é outro grande acerto no Switch, mas talvez o jogo já esteja cansado demais
Nem todo jogo tem seu lugar garantido no Switch, mas todo jogo que chegar por lá vai parecer ter sido feito sob medida para o console. A versão de Skyrim para o novo console da Nintendo parece ter seguido este caminho: feita de forma especial para o aparelho, mas o que não significa que combine. É estranho? Um pouco, mas faz sentido.
Veja bem, quem não jogou Skyrim, atualmente, ainda? Talvez só aquele público que sempre teve aparelhos Nintendo e nunca investiu, ou não pôde, em nenhum outro console ou PC potente. Vale lembrar que Skyrim foi lançado e relançado em muitas plataformas, desde que saiu pela primeira vez, em 2011.
Olha, e estamos mesmo falando de um jogo de 2011. Por mais que ele fique bonito na pequena tela do Switch, jogando com o modo “tablet” ativado, é inegável que Skyrim tenha envelhecido um pouquinho mal. No PC a coisa melhora um pouco, já que temos a possibilidade de inserir mods que melhoram seus gráficos. Mas só. No Switch não há esta vantagem e as discrepâncias e falhas gráficas são mais evidentes.
Porém, eu duvido bastante que quem jogue em um console da Nintendo de forma dedicada esteja atrás de jogos que ofereçam experiências gráficas de última geração, então acho que, neste ponto, a Bethesda foi muito feliz em escolher o Switch como nova casa de Skyrim. Mesmo que isso tenha levado alguns anos para acontecer.
Mas comparações gráficas nem fazem muito sentido em um jogo deste tipo. O que importa em Skyrim é seu escopo, e nisso o game se sai muito bem. A versão de Switch tem tudo que foi lançado nas outras, incluindo expansões, então acaba sendo uma ótima pedida para quem quer jogar muito e “gastar pouco”. Sem falar no conteúdo exclusivo desta edição, como roupinhas inspiradas em Zelda.
E, bem, quando falamos de Skyrim, “jogar muito” é obrigatório. Ele é também aquele tipo de game que vai te consumir horas – e você vai adorar. Jogar no Switch, de forma portátil, é uma experiência incrível. Você deve ter visto memes sobre “aproveitar Skyrim enquanto estamos no banheiro”. A sensação é exatamente essa, de liberdade, de poder se aventurar em uma missão na fila do banco ou embarcando no metrô (em uma cidade segura…).
Conclusão
Ainda que não seja a mais bonita, a conversão de Skyrim no Switch está incrível e merece seu investimento. O jogo tem todo o conteúdo lançado por download nas edições anteriores e promete partidas quase infinitas, dado seu sistema de missões dinâmicas. É verdade que não temos mods ou outros conteúdos voltados para a versão PC, mas, se você nunca jogou Skyrim antes, esta é uma ótima oportunidade.

Sobre o Autor

Rodrigo de Souza

Game Designer, Professor e Pai (Não nessa ordem).
Gamer também, quando dá tempo.

Comentários

Loading Facebook Comments ...

4 Comentários

Clique aqui para comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Media Kit GameFM
Debug Mode - Podcast
GameFM Play
Mesa do Fliper