Connect with us

O que está procurando?

Notícias

Yuji Naka se diz satisfeito por não trabalhar mais com Sonic

O criador do ouriço azul favorito de todos se diz liberto do peso de só fazer jogos de Sonic, e aconselha outros a fazerem o mesmo.

 

Yuji Naka, considerado o pai de Sonic the Hedgehog, respondeu em etrevista ao site The Verge, que se sente satisfeito por não trabalhar mais com Sonic. Atualmente Naka trabalha no estúdio independente Prope.

De acordo com Naka, uma das razões que fez com que ele deixasse a Sega foi que se ele continuasse lá, iria apenas fazer jogos de Sonic, coisa que ele não desejaria fazer pra sempre, e inclusive parece estar gostando da liberdade de criação. E Naka ainda aconselhou que outros desenvolvedores que estão presos à suas criações façam o mesmo, como Shigeru Miyamoto com Mario, Eiji Aonuma com Legend of Zelda, e Hideo Kojima com Metal Gear, pois a variedade faz bem à indústria de jogos.

A variedade pode até fazer bem, mas o fato do nome do Sonic estar na lama é parcialmente responsável por ele não estar mas no controle, então existem coisas boas e ruins em relação a isso. E aí leitor? Qual sua opinião sobre o assunto?

2 Comments

2 Comments

  1. Lucas Rodrigues Peres

    26 de setembro de 2012 at 06:08

    Acho que sonic foi uma franquia que nao evoluiu com so consoles. De quem eh a culpa eu totalmente irrelevante, no meu ver… o que rola foi apenas m'as escolhas em cima de m'as escolhas para esta franquia.

  2. Lucas Vieira

    26 de setembro de 2012 at 16:37

    Foi uma Forma "Sutil" de não falar mal the SEGA.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rádio GameFM

Twitch

Você também pode gostar

Destaque

Após a nossa apresentação, aqui estão os resultados do GameFM Awards 2020 (assim como dos sorteios)!

Destaque

O grande momento chegou. Hora de terminarmos Shadow the Hedgehog e obtermos todas as respostas (ou não)!

Destaque

Último final para chegarmos no Last Story! Teremos mais surpresas?

Destaque

Falta pouco para terminarmos, mas isso não quer dizer que será menos sofrido.

Advertisement