Connect with us

O que está procurando?

Destaque

Assassin’s Creed IV no Brasil?

Diretor da Ubisoft Brasil joga verde e diz que próximo “Assassin’s Creed” vai ser na América do Sul, ou seja, Brasil


Bertrand Chaverot, diretor da Ubisoft Brasil, disse em entrevista ao GameSpot que o próximo game da série “Assassin’s Creed” está rumando para algum país da América do Sul. O Brasil provavelmente seria o novo alvo da Ubisoft já que temos uma filial deles por aqui.

Além de acreditarmos que “Assassin’s Creed IV“, ou algum spin-off, se passe no Brasil, o próprio “Assassin’s Creed III” teve uma missão no Brasil, que como todo mundo sabe foi taxada como preconceituosa e mal-feita.

Mas e se “Assassin’s Creed IV” se passasse no Brasil, em qual época vocês acham que seria?

80 Comments

80 Comments

  1. Patrick Belmont

    9 de dezembro de 2012 at 23:54

    Acho que the ditadura militar, quem sabe…

  2. Gustavo Farias

    9 de dezembro de 2012 at 23:55

    época the independência-monarquia com certeza!

  3. Fernando Fernandes

    9 de dezembro de 2012 at 23:56

    Ditadura militar seria interessante…

  4. Fábio Jackson

    10 de dezembro de 2012 at 01:59

    ditadura militar, guerra dos farrapos, época the escravidão (jah pensou um assassino lutando capoeira, eu acharia épico… ;D), ou ateh mesmo o cangaço sei lah, tudo menos independência, pq o Brasil num lutou por porra nenhuma, pagou pra ser "independente"… ¬¬

    • Abraao Mota

      11 de dezembro de 2012 at 00:20

      Tipo n pode ser no cangaço pq eles são como so templarios eles lutavam por eles mesmos e por dinheiro e poder assim como os templarios , o jogo tinha que ser na inconfidencia

    • Pablo Costa

      11 de dezembro de 2012 at 01:30

      e se na ditadura o templarios poderiam ser os ditadores tentando encontra as reliquias e os contra a ditadura (nao sei o nome especifico pra dar pra isso) serias os assassinos

    • André Panza

      11 de dezembro de 2012 at 21:10

      Protestantes, e seria genial

    • Fernando Fioravante Di Sciascio

      14 de dezembro de 2012 at 01:00

      Na verdade, eu acho que seria legal explorar a Independência NÃO como a época do jogo, mas como uma guerra secreta entre os Templários e os Assassinos.

      Exemplo: Já se perguntou porque existe um quadro de uma batalha que nunca existiu?
      [http://pbrasil.files.wordpress.com/2009/09/independencia_ou_morte.jpg]

      E se o quadro não fosse sobre a "Guerra da Independência", mas sim uma guerra entre Assassinos e Templários na tentativa de se expulsarem do Novo Mundo?

      E se, por decidirem que o quadro continha informações que não deveriam vir a público, fingiram que o se tratava de uma suposta "Guerra da Independência" que nunca aconteceu?

    • Fernando Fioravante Di Sciascio

      14 de dezembro de 2012 at 01:01

      Inclusive, "O artista Pedro Américo terminou de pintar o quadro em 1888 em Florença, na Itália (66 anos após a independência ser proclamada)."

      Florença? A mesma cidade onde o Ezio nasceu e onde havia um braço da Irmandade operando? Suspeito…

    • Anônimo

      15 de dezembro de 2012 at 18:53

      Fábio Jackson ouve batalhas e revoltas pela independencia do Brasil em quase todos os estados brasileiros, (se eu não me engano a Cisplatina, São Paulo e Rio de Janeiro, era aliada a portugal, mas não tiveram comflitos exeto a Cisplatina e uma parte dos estados do Nordeste), que teve que ter a intervenção do Reino Unido, apois isso don João "deu" a Independencia ao Brasil atraves de Dom Pedro 1 para ter ainda uma ligação com o Brasil pois ele temia que outra pessoa fizesse isso, e Portugal perdesse a influencia no Brasil.

    • Nair Camil

      15 de dezembro de 2012 at 19:57

      Não sei não. Seria muito interessante, daria para contar a história, mas, continua sendo uma época onde acontece nada além de nada no Brasil, só a venda do Brasil e a evolução, de "colônia de Portugal" para "cabaré de estrangeiros".

    • Pedro Martins Ribeiro

      28 de dezembro de 2012 at 01:14

      O brasil lutou sim teve uma guerra de independência… porem pequena e desconhecida….
      Durou de 1822 a 1824… pela revolta do exercito português contra a independência brasileira…

    • Vinícius Moura

      3 de janeiro de 2013 at 13:28

      Eles tinham que lutar capoeira com um especie de lâmina oculta no pé

    • Miriam E Neto Mn

      21 de janeiro de 2013 at 12:42

      Na verdade ele não pagou pra ser independente… Dom Pedro em uma crise de orgulho decidiu que as capitanias não iriam se reportar diretamente a Portugal, como havia sido ordenado pela altarquia portuguesa, que voltariam a se reportar ao Rio de Janeiro!!!
      É lógico que não houve nenhuma batalha… Pedroca estava tendo uma caganeira as margens do riacho Ipiranga, quando um mensageiro chegou com o anúncio de que o Rio de Janeiro deixou de ser a 'capital' da colonia, e que Lisboa agora era a responsável pelas finanças "brasileiras"… Pedroca já estava puto com a diarréia e ficou puto com essa idéia portuguesa!
      Daí veio o grito… "Nossa bandeira não é mais azul e branca (cores da realeza portuguesa na época), nossa bandeira é verde e amarela. A partir de hoje nossa bandeira é Independencia ou Morte!"

    • Miriam E Neto Mn

      21 de janeiro de 2013 at 12:43

      Abraao Mota os Assassinos tb lutam por dinheiro ;)

    • Carl A. Filho

      30 de março de 2013 at 01:02

      PODE ISSO ARNALDO?! DANÇANDO CAPOEIRA? VÁ PRA PUTA QUE TE PARIU!

  5. João Vitor Dutra

    10 de dezembro de 2012 at 02:29

    Creio que seja na América Espanhola, já que lá aconteceram guerras e uma revolução DE VERDADE (Bolívar, por exemplo, provavelmente seria um assassino).

    • Lucas Oliveira Verdao

      19 de janeiro de 2013 at 23:32

      pior q acho mesmo cara, bolivar ou san martin dariam um bom assassino, mas adoraria se o assassino fosse um escravo lutando capoeira kkk seria legal

  6. Willian Costa Santos

    10 de dezembro de 2012 at 11:24

    Ditadura militar nada a ver… 1960? calça jeans e camiseta.

  7. Farlley Gomes

    10 de dezembro de 2012 at 13:48

    acho que sera na era do cangaço!

  8. Rafael Camargo

    10 de dezembro de 2012 at 21:35

    Ditadura militar, pfvr. Independência uma ova, até os tempos de calango sai melhor.

  9. Guilherme

    10 de dezembro de 2012 at 19:51

    Ditarudura Militar seria ridículo!! aff… nao haveria nada a ver com historias anteriormente relacionadas ao jogo… ou algo do tipo cangaço!! como o WIllian ja disse, seria tosco d++ os caras usando Calça jeans e camiseta… além do mais, por que iriam fazer um jogo no brasil, se eles ja fizeram uma merda no 3 sobre nós?? acho, mais provável entao, na época da independencia, quando o tava tudo uma merda, e poderia se dizer q foi um Assassino q ajudou o pais a nascer por traz de tudo.

  10. Luiz Henrique Liberato Barbosa

    10 de dezembro de 2012 at 23:50

    Guerra do Paraguai foi o episódio mais sangrento the história de toda a America do sul.

  11. Arthur Rodrigues Silva

    10 de dezembro de 2012 at 23:56

    Véi, um assassino lutador de capoeira iria ser show, diversas possibilidades e um combate diversificado envolvendo golpes de capoeira iria ser ótimo.
    E a ideia nem é muito viajada e tem varias fan-arts muito boas como essas:
    https://skynerd.com.br/media/images/post/23d270d0991cd44f3b85e3ebd1405feb.jpg
    http://sphotos-a.xx.fbcdn.net/hphotos-prn1/c0.0.403.403/p403x403/69372_295152403933083_882190094_n.jpg

    • Wesley Ferreira

      11 de dezembro de 2012 at 03:49

      Puts cara, seria mt loko, combinações dos golpes com a lamina oculta.

    • Nair Camil

      15 de dezembro de 2012 at 19:58

      A lâmina oculta seria muito mais f**a de usar :)

  12. George Michel

    10 de dezembro de 2012 at 21:59

    jamais uma produtora de games, sobretudo estadunidense, ousaria fazer uma releitura ou uma revisão, ainda que fictícia, da ditadura militar brasileira. além de ser muito recente, com muitos envolvidos poderosos ainda vivos, seria bater de frente com a atual ordem política dos estados unidos que ficou muito satisfeita com a existência de ditaduras militares em todos os países do cone sul durante a guerra fria. em todo caso, acho que um assassin’s creed no Brasil seria uma ótima forma de eles se retratarem após terem feito aquela missão mostrando o Brasil como um país totalmente pobre, sujo e atrasado. se fosse para chutar uma “era”, chutaria a era colonial, envolvendo a coroa portuguesa e britânica, as invasões holandesas no nordeste ou, quem sabe, a coroa brasileira mesmo após a independência.

  13. Iago Azevedo

    10 de dezembro de 2012 at 22:02

    provavelmente se passaria em regiões de cangaço.
    o nome do personagem seria de fácil pronuncia, algo como : Lucio.
    Seria um filho de uma negra com um homem branco, ou com um índio.
    Capoeirista, com certeza.
    Suas armas seriam: Uma espingarda, um facão, hidden blades e alguma lâmina nas botas para dar mais dano em seus golpes de capoeira.

  14. Felipe Urban Peixoto

    11 de dezembro de 2012 at 01:53

    PEDRINHO MÃO DE MARTELO, RAPÁ.

  15. Luiz Henrique Liberato Barbosa

    11 de dezembro de 2012 at 02:06

    Acho que será na época the escravidão, quando havia o tráfico de ouro, os barões e duques seriam os alvos…

  16. Sandro Roberto

    11 de dezembro de 2012 at 02:12

    Naaaaaaaaaaaaaaooooooooooooooooooooo… Assassin's creed 3 é muuito foda.
    Eles pretendem destruir o 4 fazendo ele no brasil =(.
    Vai ficar um lixo véi tomara que mudem de idéia.

  17. Linniker Neri

    11 de dezembro de 2012 at 02:21

    Ditadura Militar, America Espanhola, Revoluções do Nordeste… Nada disso, sem duvidas alguma se é pra ser feito um Assassin's Creed no Brasil a história deve girar em torno the Farroupilha a unica revolução que sem duvidas alguma se encaixaria perfeitamente no jogo.

  18. Felipe Felizardo

    11 de dezembro de 2012 at 02:47

    Eu acho que seria bem foda na época the Ditadura Militar. Assassin's Creed avançando na linha do tempo seria uma boa. Vindo lá das épocas antigas, passando pelo Renascentismo, Revolução Americana e pela Ditadura Militar. Caso não fosse no Brasil, seria interessante um Assassin's Creed na Segunda Guerra Mundial.

    • Wesley Ferreira

      11 de dezembro de 2012 at 03:53

      Acho que ficaria meio estranho… Tipo em 1964, os soldados de metralhadoras contra um maluco com uma lamina oculta? rsrs

    • Felipe Felizardo

      11 de dezembro de 2012 at 12:42

      Mas assim como Connor Kenway, esse maluco também poderia usar armas de fogo. É a evolução das armas.

    • Wesley Ferreira

      11 de dezembro de 2012 at 19:17

      É, vamo esperar pra ver como vai ser ^^

    • Arthur Lima

      13 de janeiro de 2013 at 23:46

      È Connor Davenport kkk

  19. Wesley Ferreira

    11 de dezembro de 2012 at 03:40

    Serio que o personagem agora vai ter o sobre nome com alguma coisa " The silva" rsrs, só espero que eles não esculhambem ainda mais o Brasil…..,

    Uma confirmação que realmente vai ser no Brasil é que no final do 2 quando vc tem que montar aquele quebra cabeça com os pergaminhos, ali mostra que no Brasil tem um fragmento do Éden…

    • Wesley Ferreira

      11 de dezembro de 2012 at 03:41

      LOL trocou o "Da" pelo "The", os coments aqui ta em inglês. ^^

    • Diego Soares

      11 de dezembro de 2012 at 12:33

      Esse já foi pego no 3 pelo Desmond…

    • Felipe Felizardo

      11 de dezembro de 2012 at 12:46

      Mas pode ser um personagem estrangeiro infiltrado na Ditadura… Quem sabe

    • Wesley Ferreira

      11 de dezembro de 2012 at 19:17

      Diego Soares é msm a missão no Brasil….

      Felipe, pode ser….

    • Vinicius Santana

      3 de janeiro de 2013 at 20:41

      O que Desmond pegou no AC3 era uma carga de energia para ativar o portal!

    • Alfredo Lucas

      6 de janeiro de 2013 at 19:22

      Diego Soares Acho que aquilo não é um Piece of Eden

    • Pedro Guerreiro

      25 de janeiro de 2013 at 15:13

      Eu não achei que esculhambaram o Brasil não, 70% da população é tudo ignorante e mal-educada. E Diego Soares o Desmond não pegou uma Maçã, ele pegou aquela fonte de energia ;-)

  20. Diogo Almeida

    11 de dezembro de 2012 at 11:23

    Revolução Mineira seria bom…

  21. Diogo Barros

    12 de dezembro de 2012 at 01:18

    CANGAÇO!

  22. Eduardo Hidalgo

    14 de dezembro de 2012 at 04:15

    Deixe-me corrigir: O diretor se desculpou pela m*rda the missão de São Paulo, e depois disse que "UM" próximo jogo seria no Brasil, não "O" proximo jogo..

  23. Vinicius Tanure

    14 de dezembro de 2012 at 20:38

    Cangaços, Revolução Farroupilha, Bandeirantes, o Brasil tem um histórico muito bom para Assassin's Creed.
    Olha, já teve assassinos índios e brancos, falta um negro, se for no Brasil seria legal fazer uma história com um escravo negro, já que a cultura afro é muito forte aqui, mesmo naquela época.

  24. Felipe Felizardo

    14 de dezembro de 2012 at 22:32

    Seria interessante também se fosse na época the luta pela alforria dos escravos. Princesa Isabel seria um ícone do game. O que acham?

  25. Nair Camil

    15 de dezembro de 2012 at 20:01

    http://www.youtube.com/watch?v=ffFaskmhesA
    E ainda tem mais dois outros episódios. E é só a sugestão.

  26. vinicius

    21 de dezembro de 2012 at 19:35

    acredito que ou brasil colonia(mas ja teve colonia dos EUA,então ia fica uma coisa repetitiva e tambem brasil nao lutou pela independencia),acredito mesmo que seja na ditadura militar ou na historia da guerra do Paraguay,são 3 hipoteses altas

  27. Rdo Rdo

    22 de dezembro de 2012 at 15:28

    2013 – Guerra contra o senado para baixar os preços dos games, assim poderíamos comprar original xD.

  28. Júnior Nogueira

    26 de dezembro de 2012 at 18:55

    Eu queria que fosse na época da escravidão, com um Assassino Negro em busca da libertação dos escravos, acho que seria maneiro

    • henrique

      18 de janeiro de 2013 at 15:54

      vc e a primeira pessoa que eu vejo que tem uma ideia boa para o jogo o resto so que indio e burgues

  29. André Madruga

    27 de dezembro de 2012 at 05:13

    eu acho que serio na mesma altura porque naquela altura portugal ja tinha conquistado o brazil loggo
    deviam de fazer como fizeram no assassin creed 2 brotherhood
    uma forma de conquistar outros assassinos, deste caso ia ser como ele o connor tribos ou escravos vindos do outro lado do mundo.. ou ate mais fixe ainda um assassino trazido de masyaf tronou se escravo e connor liberta o e ele conta as historias de altair e de ezio
    e connor interessa se e viaja por italia e irao para descobrir .. uma delas e como e que ezio morreu?
    como ? porque? ele ainda exerciase como assassino ?
    uma forma de desvendar o ancestrais dele e cmo expandiram ate a terra dele e ate ao mundo inteiro por exemplo…
    mas que o jogo esteja como o brotherhood ou como o revelations o jogo assim era uma game do ano e de todos os tempos xD

  30. Anônimo

    31 de dezembro de 2012 at 16:35

    Só sei que iria terminar comparado o Zé do Bigode(Zé Sarn…) ao Rodrigo Borgia já que a família dele facilmente se enquadra no tipo, atrasou o Maranhão e a existência deles ainda atrasam o Brasil =).

  31. Vitor Hugo

    6 de janeiro de 2013 at 14:15

    Lógicamente, como o último se passou na Revolução Americana o mais sensato seria por volta do ano 1500 para cima, concerteza o jogo ainda poderá passar na primeira e segunda guerra mundial.

  32. Marcelo Moura

    6 de janeiro de 2013 at 19:37

    Porra ia ser foda, se passar na guerra do Paraguai, botar Solano Lopez de templario querendo dominar a américa do sul e botar o exercito do Império do Brasil e a Argentina como os Assassinos!

  33. Ademir Junior

    9 de janeiro de 2013 at 06:54

    Será que todos vocês se esqueceram the épica resistência de Canudos e Antonio concelheiro?
    É minha guerra brasileira preferida.Poderia supor que Canudos abrigava assassinos, e que a republica recém instalada era templaria.Visto que canudos, mesmo sendo uma comunidade socio-religiosa.Era perseguida pela igreja, grandes fazendeiros que fizeram pressão para republica destruir canudos.O que até hoje não se sabe é como em três grandes expedições o exercito republicano foi derrotado por sertanejos e ex-escravos e quem sabe assassinos.Pois os assassinos explicariam muito.E o fato de Antonio Conselheiro fazer algumas profecias que se cumpriram, e pregar resistência contra desastres climaticos(enchentes, secas…) e exclusão econômica, problemas atuais.Canudos é um dos eventos mais misteriosos do Brasil! E a batalha entre assassinos e templários explicaria muita coisa!

  34. André Moura

    16 de janeiro de 2013 at 17:33

    Seria top se passasse durante o ciclo do ouro, final do século XIII em Vila Rica atual Ouro Preto, Minas Gerais. O Assassino poderia se encontrar com o Alferes Tiradentes e até mesmo Aleijadinho..

  35. Alex Bohrer

    19 de janeiro de 2013 at 04:38

    OMG Lampião foi um Templário! =O

  36. yuri antunes

    21 de janeiro de 2013 at 00:33

    podia ser em Brasília e a gente matava todo mundo lá… kkkkkk..
    mas deve ser na farroupilha, porque tem mais personagens (Bento, Garibaldi e tal), e também tem uma história mais legal..

    independencia no vai ser pq nem teve guerra ¬¬,
    cangaço vai ficar meio esquisito… a fama deles de roubar dos ricos e darem aos pobres já foi… era um bando de ladrões e estupradores que matavam a sangue frio, não encaixa com a ordem dos assassinos
    guerra do Paraguai não tem tantos personagens assim pra firmar uma história.

    e acho que escravidão pode se encaixar na farroupilha porque os negros lutaram pra ganhar a liberdade, além de ser mais parecida com a independencia dos EUA, e daria um final louco já que o sul perdeu a guerra…
    enfim… é esperar pra ver

  37. Rodrigo Lopes

    21 de janeiro de 2013 at 13:08

    Seria otimo AC4 se passar no brasil e tendo como alvos dos assassinatos os politicos corruptos! Eu ia adorar matar um por um! rsrsrs

  38. João Pedro Freitas

    30 de janeiro de 2013 at 12:45

    ah não ia ser tosco demaisss o Brasil n tem história nenhumaaa,deveria fazer na revolução francesa ou na 1ªguerra mundial!Se fosse na 1ª ou 2ªguerra mundial podia até fazer um assassino brasileiro.

  39. Pedro Coutinho

    31 de janeiro de 2013 at 04:26

    eu acho q devia passar por varios paises e agente fosse atribuindo as artes maciais deles no nosso inventario isso tudo numa guerra ou coisa e tal tbm o estilo de ropa samurai ou coisa e tal ficaria mt massa.

  40. JOHN BLACK

    7 de fevereiro de 2013 at 14:28

    seus idiotas não sera no brasil parem de ver esperança dessa possibilidade vocês deviam pensar em algo melhor não sejam tolos o brasil não é lugar adequado para ser a historia de um jogo tao magno bélico como assassins creed acordem por que ainda ha tempo e essa argumentação vale para o autor dessa matéria depositando esperança para os fans eloquentes esclerosados por assassins creed empinheirados pelo brasil.

  41. gabriel

    8 de fevereiro de 2013 at 19:45

    a época em q os portugueses vieram ao brasil

  42. Antonio Ancelmo S. Junior

    11 de fevereiro de 2013 at 22:11

    Vários comentários inteligentes, mas se esqueceram que pode se passar no Brasil, o que seria a melhor coisa do mundo, mas não podemos esquecer que "pode" ser no Brasil, assim como em qualquer país the América do Sul, talvez até a luta the Argentina contra a Inglaterra, pela posse das Ilhas Malvinas….

  43. Hebert Marques Martins

    18 de fevereiro de 2013 at 21:06

    https://www.facebook.com/photo.php?fbid=458234820905129&set=a.209926282402652.51071.199761426752471&type=1 existe uma fanpage denominada Desmond Miles (devem haver centenas) divlugando a seguinte foto na linha do tempo. Bandeira do RS + cavaleiro com bandana e uma faixa vermelha na cintura + soldados vestidos de azul = Guerra dos Farrapos. Claro que se trata de uma fan art….. mas eu não acho que a fanpage seja brasileira, uma vez q os postas são em inglês ou francês.

  44. Elvis Soares

    18 de fevereiro de 2013 at 18:24

    Sei não cara, o zumbi poderia ser o zumbi dos palmares

  45. Elias de Oeiras

    19 de fevereiro de 2013 at 13:46

    A Cabanagem paraense (1835-1840) foi um confronto entre grupos da elite local, objetivando a liderança da província, abrindo caminho para uma rebelião popular. A partir dessa rebelião é proclamada a independência do Pará. Uma tropa composta por índios, negros e mestiços ataca Belém e conquista a cidade após vários dias de luta. Em seguida a revolta Cabana eclode no interior da província do Grão-Pará. O principal líder dos Cabanos paraenses foi Eduardo Angelim, que tentou organizar um governo alternativo no Pará, atacando os inimigos estrangeiros, promovendo a emancipação econômica e a defesa dos índios e dos escravos africanos .

  46. Facebook User

    3 de março de 2013 at 21:50

    Pra entender melhor, Trailer de asssassin’s cred IV Legendado em Português BR:

    https://www.youtube.com/watch?v=gVKldu1CLFs

  47. G Akira Kato

    21 de março de 2013 at 15:33

    Na independencia do Brasil com o Connor velho

  48. Joe Kephard

    4 de maio de 2013 at 20:16

    epoca do descobrimento é logico

  49. Leonardo Bamonte

    25 de julho de 2013 at 00:54

    Creio que o cenário the Revolução Farroupilha seria interessante, ou até mesmo a Guerra do Paraguai…

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rádio GameFM

Twitch

Você também pode gostar

Destaque

O Game XP é uma área de jogos e eSports dentro do Rock in Rio 2017 e a GameFM foi lá no dia de...

Destaque

Rodrigo e Felipe Vinha se juntam em mais um GameFM Bits para recomendar 7 jogos de anime que todo mundo precisa jogar. Será que...

Destaque

A Geek & Game Rio Festival 2017 aconteceu durante os dias 22, 23 e 24 de Abril, no Riocentro, Rio de Janeiro. Confira um...

Destaque

A Brasil Game Cup rolou esse fim de semana no Rio de Janeiro, e estivemos lá! Confira a resenha de Felipe Vinha sobre o...

Advertisement