Destaque Notícias

Ministra Marta Suplicy reafirma que “jogos não são prioridade para o Vale-Cultura”

Pois é! Mesmo depois de toda a polemica de quando o Vale-Cultura foi lançado e afirmou: “Eu não acho que jogos digitais sejam cultura”, a Ministra Marta Suplicy reafirmou que não vai incluir os jogos no programa. Por meio de nota, a Ministra afirmou “Nas prioridades que o Vale-Cultura quer incentivar no consumo cultural, nesse momento, o game não se insere”.

Não podemos deixar de mencionar os jogos foram reconhecidos como segmento cultural PELO PRÓPRIO MINISTÉRIO DA CULTURA em 2011!!! E que jogos podem receber incentivos da Lei Rouanet.

Quando o Vale-Cultura foi anunciado, a ministra disse que a escolha de como gastar seria do próprio trabalhador: “Pode comprar revista porcaria, o trabalhador decide”, disse ela. Ou seja, o Vale pode ser usado para comprar Playboy, Capricho ou Ti ti ti, mas não pode ser usado para comprar os jogos que O PRÓPRIO MINISTÉRIO incentiva!!!

É por essas e outras que temos que batalhar para o nosso país melhorar, principalmente em relação aos games. Não bastassem os impostos, agora mais essa. É comum vermos, fora do Brasil, escolas, museus e livros afirmando a influência cultural dos games e sua importância para a sociedade hoje em dia.