Connect with us

O que está procurando?

GameFMGameFM

Debug Mode

Debug Mode #81: Jogos Difíceis – Podcast

Nesse episódio falamos de um assunto que deixa muitos gamers de cabelo em pé: jogos difíceis! Todo mundo em algum momento já se deparou com um game extremamente difícil ou aquela parte que é quase impossível de passar. Listamos os jogos que achamos os mais difíceis já feitos, além de contar experiências traumáticas (e de vitória) envolvendo esses jogos impiedosos. Confira!

Nesse episódio falamos de um assunto que deixa muitos gamers de cabelo em pé: jogos difíceis! Todo mundo em algum momento já se deparou com um game extremamente difícil ou aquela parte que é quase impossível de passar. Listamos os jogos que achamos os mais difíceis já feitos, além de contar experiências traumáticas (e de vitória) envolvendo esses jogos impiedosos. Confira!

Não deixe de dar sua opinião e participar nos comentários abaixo! Toda terça-feira as 20:30 sai um novo podcast! Se inscreva no canal da GameFM no YouTube para receber todas as novidades assim que elas estiverem disponíveis! ;)

Temos também um feed apenas para o Podcast. É só se inscrever que você receberá os novos episódios assim que eles estiverem disponíveis: http://www.gamefm.com.br/feed/debug-mode-podcast/

Além disso, estamos no iTunes também! É só procurar por Debug Mode pelo aplicativo de Podcasts que você poderá ouvir e baixar os episódios assim que eles saírem.

Para ouvir o Podcast clique no “vídeo” abaixou ou no player abaixo do YouTube. Você também pode baixar o MP3 do podcast clicando com o botão da direita em download e selecionando a opção “Salvar link como…”.

9 Comments

9 Comments

  1. Jonata Assalt

    Jonata Assalt

    14 de agosto de 2014 at 00:08

    touhou é o mais insao de todos

  2. Orlando Luiz

    Orlando Luiz

    14 de agosto de 2014 at 07:14

    Shadow Beast

  3. Gui Felipe Hofstadter

    Gui Felipe Hofstadter

    14 de agosto de 2014 at 08:52

    Shadow of the colossus.

    pra zerar pela 1°, o cara sofre muito.

  4. Bruno Metzger

    Bruno Metzger

    14 de agosto de 2014 at 12:12

    contra 3 de snes é dos brabo pra zerar deixa COD no chinelo

  5. Peterson Claudino

    Peterson Claudino

    14 de agosto de 2014 at 13:03

    esse é podcast oposto ao da pussificação dos games

  6. Victor

    14 de agosto de 2014 at 13:12

    Eu discordo que o DMW2 é difícil. Apenas exige uma paciência colossal para joga-lo. Porque as lutas, diálogos, animações, etc é bem demorado e lento no jogo. Quando eu era criança e não tinha nada melhor pra fazer, jogava muito ele. Agora, eu estou o re jogando com o PCSX sem o “frame limit”, que faz com que o jogo corra 3 vezes mais rápido. Fica bem legal jogar sem ter que esperar 100 anos para cada turno, quando os 6(3 de cada lado) atacam…

    A respeito da dificuldade dos jogos atuais, esta cada vez menor. O ultimo jogo que tive dificuldades a ponto de passar dias para completar uma missão foi na missão 17 “The Valley of Kings”. A missão em si envolvida ficar voando no meio de montanhas a baixa altitude, para não ser detectado e depois, entrar com o avião no meio de uma fábrica e destruir umas coisas lá. Manobrar o avião enquanto se esquiva de mísseis e artilharia anti aérea, no ar já é difícil. Imagine sem espaço para fazer nada. Em compensação, não tive problemas com a ultima missão.

    Outro jogo que é bem difícil é o Sniper Ghost Warrior 2 na steam. Porque apesar dele ser um FPS onde você é o “salvador do mundo da tirania”, ele é bem realista NA DIFICULDADE MÁXIMA. Ou seja, sem regeneração de vida, e dependendo do calibre da arma que você toma dano, é um tiro. E o jogo tem uma balística bem realista. A parte de penetração de projéteis em blindagens e edificações não é tão realista como o ArmA, mas em compensação, o quanto o vento e a gravidade afeta o tiro, é incrivelmente real. E quando você corre, seu coração acelera. Ou seja, se você tentar mirar após correr com um rifle de 20 kg nas costas, sua mira vai ficar um lixo. O scope sway vai ficar gigantesco. E você vai ter que compensar o vento e a gravidade quando for mirar. Só que pelo menos, a velocidade dos tiros não é lenta como em outros jogos. Uma arma calibre .408 CT vai atirar projéteis a mais de 1000 m/s e outros calibres como .50 BMG e .338 Lapua mag ou .308 win, também são bem rápidos. Na dificuldade mínima, o jogo vira CoD, tem um indicador vermelho mostrando onde o tiro vai cair, para não ser necessário compensar o vento e a gravidade, tem algo parecido com o spot do BF, resistência a dano elevada, etc.

    Na página da STEAM, apenas 3.5% dos jogadores(sou um deles), conseguiram o achievement de completa-lo na dificuldade máxima, o “Harvester Of Sorrow” e apenas 20% deles, o completaram na média : http://steamcommunity.com/stats/SniperGhostWarrior2/achievements

  7. Vinnicius Pereira Dos Santos

    Vinnicius Pereira Dos Santos

    14 de agosto de 2014 at 14:04

    Battletoads era TRETA

  8. Alex Miranda

    Alex Miranda

    14 de agosto de 2014 at 22:01

    super metroid

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você também pode gostar

Destaque

Chegou a hora de conferir Iron Lung, o mais novo jogo de terror do criador de Dusk, David Szymanski. Não só vimos o jogo...

Caldeirão dos Games

Nesse episódio conferimos uma gama de demos loucos disponibilizados na Gamecom 2021 e tem alguns bem peculiares.

Destaque

Sonic Origins saiu e apesar de ser uma coletânea sólida no geral, está tomada de pequenos bugs, glitches e decisões duvidosas. Diante das críticas,...

Debug Mode

A gente sabe que trilha sonora é algo essencial para os jogos, porém todo mundo conhece aqueles que se não fosse pela música, metade...

Advertisement

Copyright © 2021 GameFM