Notícias

Rumor: Activision pode ter apressado Tony Hawk 5 para aproveitar a licença

TH

Tony Hawk 5 saiu, e contrariando todas as expectativas positivas, foi um desastre. Não só porque o jogo em si não é tão completo e impressionante, como é muito fácil encontrar glitches constantes ao longo do jogo. Vários vídeos foram lançados na internet mostrando o quão errado está Tony Hawk 5, e apesar de ser divertido de ver o personagem atravessando paredes e bancando o Ragdoll, é triste ver que ainda não temos nada à altura de Tony Hawk’s Pro Skater 2, até hoje. Vejam por exemplo, esse vídeo da Eurogamer:

Pois é, e não para por aí. Além ter a estrutura de algo feito por estagiários de programação, o jogo em si tem APENAS 4.6GB, um tamanho ridículo para um AAA, e para um jogo que deveria ser tão extenso como Tony Hawk, menor do que jogos de 3DS, o portátil que possui jogos mais simples tecnicamente. O patch do primeiro dia, fator que as empresas deveriam tentar ao menos reduzir o máximo possível, se não evitar, tem 7.7GB, quase o dobro do jogo original. Obviamente Tony Hawk 5 não funciona sem esse patch dantesco, porque tudo indica que o produto final foi só a metade do que estavam planejando, ou menos do que isso.

Mas o que aconteceu afinal de contas? Por que a Activision se contentou em lançar tão desesperadamente o jogo, sabendo da bagunça que era (pelo menos achamos que ela sabia)? O desenvolvedor indie Dan Teasdale lembrou para todos no Twitter que o contrato de licenciamento da marca Tony Hawk com a Activision, que vem lá de 2002, acaba esse ano, em 2015.

O fato do contrato acabar em 2015 faz com que a desenvolvedora perca os direitos de ganhar dinheiro com qualquer coisa lançada após esse período, o que pode justificar o fato do jogo ter sido lançado de qualquer jeito, para poder arrecadar o máximo possível, e quem paga o pato é sempre o consumidor final, ou seja, nós, os gamers. O fato de nenhum review ter saído até hoje pode indicar que alguém sabia que o jogo iria ser mal recebido no lançamento, e agora, a Activision está cortando um dobrado com a Robomodo para consertar os problemas, que são muitos.

No mais, Tony Hawk é uma zona, e é um triste adeus a série sob o comando da Activision, que começou muito bem nos bons tempos da Neversoft. Bons tempos que não vão voltar.

19 Comentários

Clique aqui para comentar