Notícias

Quais são as skins mais raras do League of Legends?

O League of Legends é um dos jogos mais jogados do mundo, onde já alcançou a marca de 8 milhões de jogadores simultâneos diariamente. O jogo ficou tão famoso que os campeonatos continuam a bater recordes de audiência, arenas lotadas, patrocínios de empresas mundialmente conhecidas e indo parar desde na TV tradicional internacional até nas casas de apostas e sites de cassino. Com o estilo de jogo “free to play”, as rendas do jogo vêm de outras formas, sendo uma delas os Riot Points. Riot Points são uma forma de “dinheiro” que você pode adicionar à sua conta através de dinheiro real e ele permite que você possa comprar tudo no jogo, sem tirar vantagem nas partidas. As skins, por exemplo, podem ser habilitadas através dos Riot Points ou recompensas por missões.

Porém, há skins que não podem ser habilitadas dessa forma e chegam a valer muito na conta de quem as possui. Com base nisso, selecionamos algumas das skins mais valiosas do League of Legends.  Confira.

Black Alistar, Kayle Prateada e Ryze Humano

O minotauro, Alistar, é sem dúvidas um dos campeões mais antigos do jogo. Para quem joga de suporte a skin Black Alistar é um sonho de consumo, já que não se pode mais obter nos dias atuais. A skin foi entregue para quem comprou a edição de colecionador do game, na versão digital no ano de 2009, a qual continha junto o código para habilitar a skin, ou seja, só se pode conseguir através de um código. Kayle Prateada e Ryze Humano eram obtidos de forma similar ao Black Alistar, pois o código das skins dos dois personagens era obtido através da mídia física que a Riot Games fez quando lançou o jogo. Um fato curioso é que todos esses  personagens recentemente receberam um rework visual, fazendo com que só aumentasse o valor das skins.

Skins Vitoriosas

As skins Vitoriosas são entregues ao final da temporada competitiva, para os invocadores que atingirem, no mínimo, a colocação de “Ouro” nas filas ranqueadas e esse sistema acontece desde a primeira temporada do League of Legends. O campeão que receberá a skin Vitoriosa deve ser muito constante nas filas ranqueadas e no competitivo, o personagem é definido no “Split de primavera” (primeira metade do ano).  A raridade dessas skins está na das primeiras temporadas do jogo, na qual existam poucos jogadores e não é possível obtê-las. Os campeões que receberam essas skins desde a season um até o período atual foram Jarvan IV, Janna, Elise, Morgana, Sirvir, Maokai, Graves, Orianna e Aatrox, as skins mais raras são as do jarvan IV e da Janna, pelo fato de serem mais antigas.  Um fato curioso é de que a Riot não repete a posição do campeão escolhido no ano anterior, as posições de jogo precisam ser diferentes para ter diversidade.

Skins PAX

As skins Pax foram entregues no evento Penny Arcade Expo (PAX), que ocorre nos Estados Unidos e na Austrália. Entre os anos de 2009 e 2011, foram entregues códigos para skins de Twisted Fate, Sirvir e Jax. Interessante ressaltar que para o campeão Twisted Fate foi gerado uma quantidade menor de códigos, muitos consideram Pax Twisted Fate a skin mais cara e mais rara do League of Legends, na qual o mestre das cartas usa um baralho de tarot e parece envolvido por algum tipo de magia. Mesmo com tanta dificuldade em obtê-las, ainda há jogadores brasileiros que possuem PAX Twisted Fate, como o Mid Laner da PAIN Gaming, Kami.