Connect with us

O que está procurando?

GameFMGameFM

Análises

Assassin’s Creed IV: Black Flag (Wii U) – Análise

Após 6 meses do seu lançamento, Assassin’s Creed IV: Black Flag conquistou a crítica e o público, mas ainda sofre dos mesmos problemas de sempre, que impedem a série de ser uma verdadeira obra-prima no seu tempo. Quer saber quais são? Confira nosso review!

Após 6 meses do seu lançamento, Assassin’s Creed IV: Black Flag conquistou a crítica e o público, mas ainda sofre dos mesmos problemas de sempre, que impedem a série de ser uma verdadeira obra-prima no seu tempo. Quer saber quais são? Confira nosso review!

A sétima geração de videogames consolidou uma tendencia um tanto quanto desgradável, pelo menos para os jogadores. Com os AAA ficando cada vez mais caros, cabe as desenvolvedoras fazer apostas mais seguras, investindo cada vez mais em franquias que já são bem sucedidas, o que nos leva a grande reciclagem de jogos, e uma das suas maiores vitimas: Assassin’s Creed.

Quando Patrice Désilets desenvolveu a trama, ele nunca iria imaginar que o confronto entre assassinos e templários fosse tão bem recebido pelo público, e tão explorado pela Ubisoft. Agora, com Assassin’s Creed IV: Black Flag, seu sexto jogo para consoles de mesa (e vem mais por aí), a franquia mostra cada vez mais sinais de cansaço, e que precisa de alguns anos de férias. O que resta saber é se mesmo apos tantos anos da mesma coisa, Assassin’s Creed ainda vale a pena.

Em Assassin’s Creed IV: Black Flag (ou Assassin’s Creed 2013, porque se vai lançar um por ano, melhor nomear corretamente, que nem Just Dance), você vê que a Ubisoft se esforçou para proporcionar algo diferente do que estamos acostumados, tanto que alguns elementos, antes essenciais para o cenário de AC, foram logo descartados. Desmond foi completamente esquecido, você agora é um funcionário sem nome da Abstergo, que precisa acessar o Animus para obter referências para um jogo ambientado na era dos piratas. Exercício interessante de metalinguagem, mas não é só isso.

O protagonista que tem as suas memorias acessadas, Edward Kenway, não é nada parecido com seus antecessores. Ele não é o celebrado Altair, nem o charmoso Ezio, muito menos o lutador da liberdade Connor, Edward é um pirata, um marginal, um pobretão do reino unido que vira bandido dos sete mares para conseguir riquezas e satisfazer suas necessidades.

No meio das suas andanças pelo mar, Edward esbarra com um do clã dos assassinos, e ao assumir seu lugar, acaba se envolvendo na luta Templários vs. Assassinos, na busca de um artefato que trara grande poder para quem o possuir. Apesar da grandiosidade do plot, comparado com todas as sidequests, ela não é nem de perto, o que diverte mais. Digamos que o grande atrativo do jogo é justamente a parte Black Flag, e muitas vezes até esqueci que estava jogando Assassin’s Creed…

As missões da história principal, em boa parte, se resumem ao que muita gente já está acostumada: enfrentar vários inimigos no mesmo sistema de batalha baseado em contra-ataques, se infiltrar em vários lugares com um sistema de stealth relativamente duvidoso, ou seguir/correr atrás de um NPC definido, e ouvir o que ele está dizendo. Está tudo lá, se você já jogou algum dos jogos anteriores. Volta e meia, claro, você se vê navegando pelas águas cristalinas do Caribe, administrando sua frota, e é aí que a coisa muda de figura, e o jogo se torna bem mais interessante.

Não é de se surpreender que Assassin’s Creed IV: Black Flag foi baseado em uma das coisas mais divertidas de ACIII, as batalhas navais, e realmente é muito legal atacar navios mercantes, abordá-los com a sua tripulação, derrotar a todos e saquear os baús, e se o jogo fosse só isso, estaria tão interessante quanto. Você não vai querer correr atrás dos NPCs para descobrir o mistério por trás dos planos dos templários, você quer é viajar pelas Águas do Atlântico na Gralha (o navio de Edward), com a sua tripulação a tiracolo cantando músicas do mar, buscando tesouros escondidos e derrubando fragatas muito maiores que você.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Futuramente você pode ter outros navios na sua frota, que podem ser mandados em missões de busca para melhorar seus fundos, e melhorar a sua banheira do mar para que ela se torne um bom navio de combate, o que é quase fundamental.

O cenário é bem mais colorido e aberto que as florestas de Assassin’s Creed III, e os ambientes são muito bem detalhados e bonitos, tanto as grandes cidades, como Havana, quanto as pequenas ilhas com tesouros e animais. A caça, falando nos animais, tem um tanto mais de propósito do que no jogo anterior, e parece menos maçante também.

A jogabilidade é muito semelhante aos jogos anteriores, assim como os controles, e como o personagem reage a eles. Na versão de Wii U, você pode configurar quanto do HUD você quer colocar na tela, e por mais que seja interessante deixar o HUD vazio, e tudo no Gamepad, já perdi muitas coisas importantes na tela da TV, como as notas musicais flutuantes (WTF), que você tem de coletar ao longo do jogo, porque estava olhando para o mapa no Wii U Gamepad.

A localização tem seus pontos positivos e negativos. Por um lado, as traduções e legendas estão bem feitas, inclusive utilizando a linguagem da época de ouro da pirataria. A dublagem, por outro lado, deixa muitíssimo a desejar, com vozes mal escolhidas, nomes e termos falados de forma diferente por personagens diferentes, entre outras atrocidades. Se você não se importar com dublagem ruim, pode colocar em português, se não, melhor apostar no som original com legendas.

O maior dos pecados de Assassin’s Creed IV é justamente ser mais do mesmo. A história teve esmero na sua produção (apesar de dar uma caída perto do final), os cenários e modelos são bem-feitos, navegar nunca foi tão divertido (e olha que eu nunca gostei muito de navegar em games, por isso nunca consegui zerar Wind Waker), e ser pirata, melhor ainda. Assassin’s Creed precisa com urgência de uma remodelagem, ou alguns anos sem jogos, para reacender a chama da novidade como aconteceu com Assassin’s Creed II. Antes que seja tarde. Nota 7.5/10.

 

Assassin's Creed IV: Black Flag: O maior dos pecados de Assassin's Creed IV é justamente ser mais do mesmo. A história teve esmero na sua produção (apesar de dar uma caída perto do final), os cenários e modelos são bem-feitos, navegar nunca foi tão divertido (e olha que eu nunca gostei muito de navegar em games, por isso nunca consegui zerar Wind Waker), e ser pirata, melhor ainda. Assassin's Creed precisa com urgência de uma remodelagem, ou alguns anos sem jogos, para reacender a chama da novidade como aconteceu com Assassin's Creed II. Antes que seja tarde. Zuel

7.5
von 10
2014-05-25T23:01:07-0300
Comments

Rádio GameFM



Histórico

YouTube

Twitch

 

 

GameFM Lives – YouTube

RatingGame titleReview published
10/10Mullet MadJack – Análise21 de maio de 2024
10/10Persona 518 de abril de 2017
10/10Resident Evil 7: Biohazard23 de janeiro de 2017
10/10Uncharted 4: A Thief's End17 de agosto de 2016
9.5/10Uncharted: The Lost Legacy19 de outubro de 2017
9.5/10Child of Light11 de maio de 2014
9/10Manor Lords (Acesso Antecipado)24 de abril de 2024
9/10Phantom Dust28 de fevereiro de 2024
9/10Celeste16 de março de 2018
9/10Dragon Ball FighterZ5 de fevereiro de 2018
9/10L.A. Noire (Switch)6 de dezembro de 2017
9/10South Park: A Fenda que Abunda Força20 de outubro de 2017
9/10Gundam Versus14 de outubro de 2017
9/10Mario + Rabbids Kingdom Battle2 de outubro de 2017
9/10Destiny 220 de setembro de 2017
9/10Splatoon 22 de agosto de 2017
9/10Horizon Zero Dawn16 de março de 2017
9/10Yakuza 018 de fevereiro de 2017
9/10Final Fantasy XV16 de janeiro de 2017
9/10Pokémon Sun & Moon29 de novembro de 2016
9/10World of Final Fantasy25 de novembro de 2016
9/10The King of Fighters XIV24 de agosto de 2016
9/10Naruto Shippuden: Ultimate Ninja Storm 47 de março de 2016
9/10This War of Mine5 de dezembro de 2015
9/10SOMA14 de novembro de 2015
9/10Undertale27 de outubro de 2015
9/10The Last of Us13 de dezembro de 2013
9/10BioShock Infinite17 de abril de 2013
8.5/10Senua's Saga: Hellblade II23 de maio de 2024
8.5/10Voodoo Vince: Remastered26 de fevereiro de 2024
8.5/10Arzette: The Jewel of Faramore26 de fevereiro de 2024
8.5/10DOOM (2016) (Switch)16 de janeiro de 2018
8.5/10Assassin's Creed: Origins8 de dezembro de 2017
8.5/10Hellblade: Senua's Sacrifice26 de setembro de 2017
8.5/10Mega Man Legacy Collection 214 de setembro de 2017
8.5/10For Honor21 de fevereiro de 2017
8.5/10Ultimate Marvel vs. Capcom 35 de dezembro de 2016
8.5/10Attack on Titan28 de novembro de 2016
8.5/10Watch Dogs 227 de novembro de 2016
8.5/10Pokémon Go21 de outubro de 2016
8.5/10NBA 2K1720 de outubro de 2016
8.5/10Overwatch2 de agosto de 2016
8.5/10Guitar Hero Live20 de maio de 2016
8.5/10Street Fighter V15 de fevereiro de 2016
8.5/10Wolfenstein: The New Order1 de junho de 2014
8/10The Hungry Lamb: Traveling in the Late Ming Dynasty9 de junho de 2024
8/10The Crew Motorfest2 de junho de 2024
8/10Evil West24 de março de 2024
8/10Far Cry 531 de maio de 2018
8/10Scribblenauts Showdown29 de março de 2018
8/10Sword Art Online: Fatal Bullet16 de março de 2018
8/10Payday 2 (Switch)27 de fevereiro de 2018
8/10Just Dance 20188 de dezembro de 2017
8/10Terra Média: Sombras da Guerra9 de novembro de 2017
8/10Observer19 de outubro de 2017
8/10Utawarerumono: Mask of Truth1 de outubro de 2017
8/10Collar x Malice4 de setembro de 2017
8/10Kona5 de maio de 2017
8/10LEGO Worlds30 de abril de 2017
8/10Tom Clancy's Ghost Recon Wildlands30 de março de 2017
8/10Deus Ex: Mankind Divided10 de dezembro de 2016
8/10Eagle Flight3 de dezembro de 2016
8/10Just Dance 201726 de novembro de 2016
8/10Hitman: The Complete First Season25 de novembro de 2016
8/10LEGO Star Wars: O Despertar da Força9 de agosto de 2016
8/10Dark Souls III2 de maio de 2016
8/10Hitman GO: Definitive Edition13 de abril de 2016
8/10The Division14 de março de 2016
8/10Digimon Story: Cyber Sleuth22 de fevereiro de 2016
8/10Unravel14 de fevereiro de 2016
8/10Mega Man Legacy Collection27 de agosto de 2015
8/10Castle of Illusion (2013)20 de dezembro de 2013
7.5/10Lightyear Frontier (Acesso Antecipado)18 de março de 2024
7.5/10The Elder Scrolls V: Skyrim (Switch)27 de fevereiro de 2018
7.5/10Bad Apple Wars26 de outubro de 2017
7.5/10Night Trap 25th Anniversary Edition14 de outubro de 2017
7.5/10Mafia III9 de dezembro de 2016
7.5/10Batman: The Telltale Series1 de dezembro de 2016
7.5/10Tales of Zestiria23 de maio de 2016
7.5/10Sébastien Loeb Rally Evo12 de maio de 2016
7.5/10Hitman (2016)4 de abril de 2016
7.5/10Far Cry Primal 29 de fevereiro de 2016
7.5/10Assassin's Creed IV: Black Flag25 de maio de 2014
7/10RKGK / Rakugaki16 de junho de 2024
7/10Dying Light 2 Stay Human9 de maio de 2024
7/10No Rest for the Wicked (Acesso antecipado)27 de abril de 2024
7/10Esquadrão Suicida: Mate a Liga da Justiça22 de fevereiro de 2024
7/10The Seven Deadly Sins: Knights Of Britannia16 de março de 2018
7/10Digimon Story Cyber Sleuth Hacker’s Memory31 de janeiro de 2018
7/10Star Wars Battlefront 24 de dezembro de 2017
7/10Eliosi's Hunt26 de outubro de 2017
7/10Marvel vs. Capcom: Infinite7 de outubro de 2017
7/10Drive Girls21 de setembro de 2017
7/10NBA 2KVR Experience3 de janeiro de 2017
7/10Steep2 de janeiro de 2017
7/10Running With Rifles28 de novembro de 2015
7/10Alien Shooter: Revisited21 de novembro de 2015
7/10Kingdom7 de novembro de 2015
6.5/10Need for Speed Payback24 de janeiro de 2018
6.5/10Sonic Forces20 de dezembro de 2017
6.5/10Absolver20 de outubro de 2017
6.5/10Drakengard 323 de junho de 2014
6.5/10Yaiba: Ninja Gaiden Z4 de maio de 2014
6/10Batman Arkham VR2 de dezembro de 2016
5/10Creeping Terror6 de dezembro de 2017
4/10DriveClub5 de novembro de 2014
3/10Redfall4 de maio de 2023

Advertisement
ABRIR RÁDIO
FECHAR RÁDIO