Notícias

Co-fundador da Junction Point ainda não sabe pra onde vai

 

epic-mickey-2

 

Pra quem não sabe, a Disney reestruturou sua divisão de games e fechou a Junction Point Studios (que fez Epic Mickey 1 e 2).

Warren Spector, co-fundador do estúdio fechado perdeu seu emprego, junto com todos os outros funcionários da casa.

Pra onde ele vai? Ele não sabe. Em uma carta de adeus no Facebook, ele agradeceu aos colegas da Junction Point pelo trabalho e disse que tem muitas boas memórias dos últimos oito anos.

“Agora é hora de partir para a próxima aventura. Eu sinceramente não sei o que vai ser de mim, então não perguntem,” disse ele. ” Então, o que quer que pensem de mim, da Junction Point, da Disney ou de Epic Mickey, eu sempre vou olhar para trás e ver esse período com muito orgulho do que fizemos.”

Lembrando de quando a Junction Point estava apenas começando, ele pensou que tudo daria errado e que o estúdio seria apenas uma nota na história da Disney. Agora, ele sabe que fizeram muito mais do que isso.

“Com Mickey como nosso heroi, mostramos ao nosso público alguns conceitos importantes e especialmente, trouxemos Oswald the Lucky Rabbit a um lugar de destaque,” ele disse. “Nós fizemos isso. A Junction Point fez isso.”

Como foi confirmado ontem, Spector não vai permanecer na Disney depois do fechamento da Junction Point. Warren Spector trabalha com games a 30 anos. Seu trabalho mais famoso, fora Epic Mickey foi o Deus Ex original, onde ele trabalhou como produtor na Ion Studios.

A Disney não apenas fechou a Junction Point ontem, mas também demitiu 50 funcionários da divisão de games dentre os vários estúdios da casa como parte de um esforço de atender “às demandas do mercado.” A empresa agora está focada em Disney Infinity, um novo jogo que utiliza bonecos reais como Skylanders, da Activision.