Connect with us

O que está procurando?

GameFMGameFM

Análises

Final Fantasy XV (PS4 e Xbox One) – Análise

Um dos mais aguardados jogos dos últimos tempos, Final Fantasy XV finalmente saiu com o objetivo de reconquistar os fãs da série, assim como atrair um novo público para a franaquia clássica da Square Enix. Mas será que ele cumpriu seu objetivo? Confira mais um análise na GameFM. Confira! #FFXVLATAM

Final Fantasy XV é realidade, ainda que seja aquela fantasia gostosa

É difícil acordar em um mundo em que Final Fantasy XV não é mais uma promessa de 10 anos de produção. Brincadeiras à parte, é realmente surreal que um jogo tenha levado tanto tempo para ficar pronto e o “pior”: que ele tenha até mesmo mudado de nome neste processo, entre tantas outras mudanças que sofreu.

Mas a verdade é que valeu a pena. Final Fantasy XV está entre nós, agora já durante algum tempo, e não apenas prometeu, mas também entregou uma boa qualidade em termos de RPG e ação, mantendo elementos clássicos da série bem ativos e, ao mesmo tempo, renovado para quem estava acostumado com os clássicos.

Noctis, o rei que não quer ser rei

Como bem sabemos, mais ou menos desde 2006, Final Fantasy XV é focado em Noctis, personagem que até parecia ser um “trevoso genérico” para o elenco da série, mas se provou ser alguém de personalidade interessante e divertida. Ele começa sua história em uma jornada diplomática com amigos para outra nação – acontece que Noctis é filho do rei, herdeiro do trono, ainda que não queira muito esse papel.

O jovem de cabelos negros e espetados vai para outra nação encontrar sua prometida, Lady Lunafrea, para firmar uma “parceria” entre os reinos, se é que vocês me entendem. Mas é claro que há problemas pelo caminho, a começar pela morte de seu pai, Rei Regis, que é mostrada no filme Kingsglaive: Final Fantasy XV, e no jogo mesmo ela é exibida apenas por alguns segundos.

Um dos principais pontos de Final Fantasy XV é que a Square Enix abraçou, de vez, a narrativa multimídia. Se você não consumir alguns dos contos extras, seja o filme ou os OVAs de animação Brotherhood, é possível que perca alguns dos detalhes e nuances da narrativa. Ainda não decidi se isso é bom ou ruim: por um lado é mais conteúdo para os fãs consumirem, mas por outro pode assustar quem quer apenas jogar e, de preferência, não perder nada pelo caminho.

Ainda assim, Final Fantasy XV tem uma boa narrativa por si só. O jogo ainda utiliza cutscenes para mostrar os momentos mais importantes, mas podemos dizer que eles são até poucos. Há muito diálogo em cada cena, mesmo as comuns, e escutá-los é algo que vai ajudar bastante a compreender a saga de Noctis, Prompto, Ignis e Gladio, o quarteto principal dessa aventura.

Final Fantasy x Kingom Hearts

Advertisement. Scroll to continue reading.

Toda a jogabilidade de Final Fantasy ainda carrega bastante do estilo de criar de Tetsuya Nomura, ainda que ele não esteja mais envovido com a produção do jogo há bastante tempo. O combate misturado com ação lembra, e muito, o que vimos na série Kingdom Hearts – que, oh, surpresa, também é de Nomura! –, mas de forma positiva.

Sim, Final Fantasy novamente abandonou as batalhas em turnos e as barras de tempo ativo para dar valor ao tempo real e combates feitos por meio de combinações de botões e golpes diretos dos personagens. Além disso, temos aqui um flashback de Final Fantasy 12 e 13, já que controlamos diretamente apenas Noctis, enquanto os outros personagens têm ações próprias, que podem apenas ajudar o “jovem rei” quando ele ativa algum tipo de comando.

É possível lançar magias, realizar pequenos combos e até mesmo convocar invocações ao campo de batalha, mas a experiência valoriza mais o lado cinematográfico que o de jogo em si. A estranheza inicial é sentida logo nos primeiros combates que o game te apresenta, mas acostuma-se fácil, com o tempo, principalmente pela habilidade de Noctis em se teletrasportar durante a luta, usando suas espadas e outras lâminas que carrega.

A realidade é que o sistema de jogo de Final Fantasy XV vai muito além do combate e nos apresenta a momentos bem divertidos. Há muito a se fazer pelo mapa, que agora ganha proporções de mundo aberto, ainda que não seja nenhum “GTA”. De longe, o mapa lembra o Gran Pulse, também de Final Fantasy 13. Talvez não seja ao acaso, já que o game se chamava Final Fantasy Versus 13 há até “pouco” tempo. Muitos dos elementos antigos ainda estão presentes, mesmo que repaginados e reapresentados.

Com Noctis e sua turma viajamos pelo mapa da região no carro Regallia, que vai ser seu veículo principal durante 90% do jogo. É uma nova forma de se explorar em Final Fantasy, onde usamos um veículo comum, e nada medieval, tampouco futurista, para tornar possível nossa caminhada no vasto mundo de jogo.

Tudo isso prova apenas que a Square Enix se esforçou de verdade com o game, que vai além de ser uma simples adaptação do “Versus 13” para o “XV”. Muita coisa mudou para a melhor, ainda que os jogadores possam não ter ficado tão felizes com essa mudança – que foi repetina, devemos até confessar.

Os gráficos mostram tudo que a Square Enix pode fazer com hardware potente de consoles como Xbox One e PS4, levando-os novamente aos limites atuais. Ainda que não seja exatamente uma CG do filme Kingslaive reproduzida na tela da TV, o visual in-game não decepciona, isso sem nem considerarmos ainda o visual dos cenários, sempre gigantescos e com proporções épicas.

As invocações, por exemplo, oferecem um visual único para as batalhas, com muita destruição sempre que aparecem. Os combates também são ferozes visualmente e agradam o fã mais exigente em termos gráficos. Por mais que existam bugs espalhados por aí ao longo do jogo, e eles existem, não vou mentir, Final Fantasy XV é tudo que imaginamos, desde 2006 até agora.

Vale uma nota ainda para o excelente trabalho de localização feito no jogo, para o nosso idioma. Ainda que alguns termos fiquem estranhos no português, como “pluma de fênix” ou “super poção”, é sempre bom poder expandir o público e quebrar barreiras da linguagem para quem quiser aproveitar.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Conclusão

Final Fantasy XV é mesmo um “Final Fantasy para novos fãs e antigos”, como diz, mais ou menos, a primeira tela que vemos, assim que o game se abre. Todos os 10 anos de produção parecem ter valido bastante frente ao produto que encontramos. Noctis é um personagem carismático, assim como sua história, amigos e as lições que o game nos passa. Os combates são ferozes e interessantes e os gráficos mostram que este é um legítimo Final Fantasy, que veio para ficar e deve ditar o rumo da série pelos próximos anos. Nota 9/10.

Final Fantasy XV: Final Fantasy XV é mesmo um “Final Fantasy para novos fãs e antigos”, como diz, mais ou menos, a primeira tela que vemos, assim que o game se abre. Todos os 10 anos de produção parecem ter valido bastante frente ao produto que encontramos. Noctis é um personagem carismático, assim como sua história, amigos e as lições que o game nos passa. Os combates são ferozes e interessantes e os gráficos mostram que este é um legítimo Final Fantasy, que veio para ficar e deve ditar o rumo da série pelos próximos anos. pedrovaroni

9
von 10
2017-01-16T09:00:37-0300
Comments

Rádio GameFM



Histórico

Twitch

 

RatingGame titleReview published
10/10Persona 518 de abril de 2017
10/10Resident Evil 7: Biohazard23 de janeiro de 2017
10/10Uncharted 4: A Thief's End17 de agosto de 2016
9.5/10Uncharted: The Lost Legacy19 de outubro de 2017
9.5/10Child of Light11 de maio de 2014
9/10Phantom Dust28 de fevereiro de 2024
9/10Celeste16 de março de 2018
9/10Dragon Ball FighterZ5 de fevereiro de 2018
9/10L.A. Noire (Switch)6 de dezembro de 2017
9/10South Park: A Fenda que Abunda Força20 de outubro de 2017
9/10Gundam Versus14 de outubro de 2017
9/10Mario + Rabbids Kingdom Battle2 de outubro de 2017
9/10Destiny 220 de setembro de 2017
9/10Splatoon 22 de agosto de 2017
9/10Horizon Zero Dawn16 de março de 2017
9/10Yakuza 018 de fevereiro de 2017
9/10Final Fantasy XV16 de janeiro de 2017
9/10Pokémon Sun & Moon29 de novembro de 2016
9/10World of Final Fantasy25 de novembro de 2016
9/10The King of Fighters XIV24 de agosto de 2016
9/10Naruto Shippuden: Ultimate Ninja Storm 47 de março de 2016
9/10This War of Mine5 de dezembro de 2015
9/10SOMA14 de novembro de 2015
9/10Undertale27 de outubro de 2015
9/10The Last of Us13 de dezembro de 2013
9/10BioShock Infinite17 de abril de 2013
8.5/10Voodoo Vince: Remastered26 de fevereiro de 2024
8.5/10Arzette: The Jewel of Faramore26 de fevereiro de 2024
8.5/10DOOM (2016) (Switch)16 de janeiro de 2018
8.5/10Assassin's Creed: Origins8 de dezembro de 2017
8.5/10Hellblade: Senua's Sacrifice26 de setembro de 2017
8.5/10Mega Man Legacy Collection 214 de setembro de 2017
8.5/10For Honor21 de fevereiro de 2017
8.5/10Ultimate Marvel vs. Capcom 35 de dezembro de 2016
8.5/10Attack on Titan28 de novembro de 2016
8.5/10Watch Dogs 227 de novembro de 2016
8.5/10Pokémon Go21 de outubro de 2016
8.5/10NBA 2K1720 de outubro de 2016
8.5/10Overwatch2 de agosto de 2016
8.5/10Guitar Hero Live20 de maio de 2016
8.5/10Street Fighter V15 de fevereiro de 2016
8.5/10Wolfenstein: The New Order1 de junho de 2014
8/10Evil West24 de março de 2024
8/10Far Cry 531 de maio de 2018
8/10Scribblenauts Showdown29 de março de 2018
8/10Sword Art Online: Fatal Bullet16 de março de 2018
8/10Payday 2 (Switch)27 de fevereiro de 2018
8/10Just Dance 20188 de dezembro de 2017
8/10Terra Média: Sombras da Guerra9 de novembro de 2017
8/10Observer19 de outubro de 2017
8/10Utawarerumono: Mask of Truth1 de outubro de 2017
8/10Collar x Malice4 de setembro de 2017
8/10Kona5 de maio de 2017
8/10LEGO Worlds30 de abril de 2017
8/10Tom Clancy's Ghost Recon Wildlands30 de março de 2017
8/10Deus Ex: Mankind Divided10 de dezembro de 2016
8/10Eagle Flight3 de dezembro de 2016
8/10Just Dance 201726 de novembro de 2016
8/10Hitman: The Complete First Season25 de novembro de 2016
8/10LEGO Star Wars: O Despertar da Força9 de agosto de 2016
8/10Dark Souls III2 de maio de 2016
8/10Hitman GO: Definitive Edition13 de abril de 2016
8/10The Division14 de março de 2016
8/10Digimon Story: Cyber Sleuth22 de fevereiro de 2016
8/10Unravel14 de fevereiro de 2016
8/10Mega Man Legacy Collection27 de agosto de 2015
8/10Castle of Illusion (2013)20 de dezembro de 2013
7.5/10Lightyear Frontier (Acesso Antecipado)18 de março de 2024
7.5/10The Elder Scrolls V: Skyrim (Switch)27 de fevereiro de 2018
7.5/10Bad Apple Wars26 de outubro de 2017
7.5/10Night Trap 25th Anniversary Edition14 de outubro de 2017
7.5/10Mafia III9 de dezembro de 2016
7.5/10Batman: The Telltale Series1 de dezembro de 2016
7.5/10Tales of Zestiria23 de maio de 2016
7.5/10Sébastien Loeb Rally Evo12 de maio de 2016
7.5/10Hitman (2016)4 de abril de 2016
7.5/10Far Cry Primal 29 de fevereiro de 2016
7.5/10Assassin's Creed IV: Black Flag25 de maio de 2014
7/10Esquadrão Suicida: Mate a Liga da Justiça22 de fevereiro de 2024
7/10The Seven Deadly Sins: Knights Of Britannia16 de março de 2018
7/10Digimon Story Cyber Sleuth Hacker’s Memory31 de janeiro de 2018
7/10Star Wars Battlefront 24 de dezembro de 2017
7/10Eliosi's Hunt26 de outubro de 2017
7/10Marvel vs. Capcom: Infinite7 de outubro de 2017
7/10Drive Girls21 de setembro de 2017
7/10NBA 2KVR Experience3 de janeiro de 2017
7/10Steep2 de janeiro de 2017
7/10Running With Rifles28 de novembro de 2015
7/10Alien Shooter: Revisited21 de novembro de 2015
7/10Kingdom7 de novembro de 2015
6.5/10Need for Speed Payback24 de janeiro de 2018
6.5/10Sonic Forces20 de dezembro de 2017
6.5/10Absolver20 de outubro de 2017
6.5/10Drakengard 323 de junho de 2014
6.5/10Yaiba: Ninja Gaiden Z4 de maio de 2014
6/10Batman Arkham VR2 de dezembro de 2016
5/10Creeping Terror6 de dezembro de 2017
4/10DriveClub5 de novembro de 2014
3/10Redfall4 de maio de 2023

Advertisement
ABRIR RÁDIO
FECHAR RÁDIO